23º Salão Paranaense de Turismo reuniu agentes de viagens

O primeiro dia de programação técnica do 23º Salão Paranaense de Turismo reuniu nesta sexta-feira (17) agentes de viagens em painéis e palestras bastante diversificadas. Entraram em pauta destinos internacionais e nacionais, além de debates sobre o Turismo no Paraná e a qualificação do agente de viagens para o mercado atual.

Na primeira palestra da tarde, Paula Fariña, que atua no Instituto Nacional de Promoção Turística da Argentina trouxe para o público ofertas tradicionais e novidades com o foco em Buenos Aires, como o uso de bicicletas e carros elétricos em lugares pouco visitados da região. Ainda na parte de destinos, a África e seus encantos também foram mostrados na palestra da representante e executiva da HIP Hotels Internacional Partners, Fernanda Doria, e do diretor da Akilanga Brasil, Ricardo Velasco. Eles apresentaram os serviços oferecidos e o que o cliente pode encontrar no destino, como os safaris, além das novidades hoteleiras.

Representando os destinos nacionais, pela primeira vez o Maranhão marcou presença no evento, com a palestra do secretário adjunto de turismo do estado, Hugo Veiga. “Quero convencer os agentes de viagens a formatar novos produtos que agucem o interesse dos consumidores”, afirmou o maranhense.

O Paraná também não poderia ficar de fora da programação. No painel “Vitrine do Paraná Turístico – Motivos de Viajar”, o presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, apontou que a região possui um elevado potencial turístico, mas que ainda acaba apresentando ao público externo apenas o litoral, a capital Curitiba e a cidade de Foz do Iguaçu. “São ao todo 14 áreas de turismo no Paraná e é necessário falar sobre elas”, destacou. Complementando o tema, foi lançado o Programa de Incentivo ao Turismo Interno no Paraná. A ideia é incentivar as empresas a apostarem nos destinos emergentes do estado.

Na parte de qualificação sobre a profissão de agentes de viagens, o dia contou com três palestras. Para falar sobre a gestão do turismo nos dias atuais, o palestrante do ICCABAV, Lucio Oliveira, foi convidado. Oliveira acredita que o profissional precisa ser um empreendedor de seu próprio negócio, conhecendo todas as possibilidades para a realização de seu trabalho. “Visão de dono, coragem empreendedora e entender as competências do mercado é essencial para saber lidar com as tendências mercadológicas”, argumenta.

Em “Agente de Viagens vencedor & Motivado”, a palestrante do ICCABAV, Kelly Malheiros, destacou que superar as expectativas de quem o contrata é a chave para o sucesso, já que o agente de viagem é um consultor de experiências.

Encerrando o tema, o consultor de expansão da Signature Brasil, André Berbéri, mostrou a importância das prospecções e o bom atendimento ao cliente. Berbéri defendeu que é preciso que o agente de viagens crie uma lógica no seu atendimento a fim de melhorar o processo de venda.

Distribuída em duas salas, a agenda de qualificação segue sua programação amanhã, dia 18 de março, com painéis e palestras. Mais informações no site www.salaoparanaense.com.br.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo