Accor apoia Dia Internacional Contra a Homofobia

    0

    Ricardo Sales, drag queen Tchaka, Amara Moira, Ewerton Camarano (embaixador LGBT) e Antonietta Varlese

    Por Christiane Flores

    No Dia Internacional Contra a Homofobia – 17 de maio – a AccorHotels reafirma seu compromisso com a diversidade realizando na sede da empresa, em São Paulo, o debate “Desmistificação dos preconceitos e estereótipos da comunidade LGBT: realidade no mercado de trabalho”.

    Ricardo Sales, jornalista, professor e especialista em políticas de diversidade, discursou para cerca de 100 colaboradores da Accor sobre a importância do respeito à diversidade e afirmou que organizações realmente inclusivas são mais criativas, apresentam um clima melhor de trabalho e sofrem menos com problemas, como baixo engajamento. Junto a ele, Amara Moira, travesti, escritora, feminista, ativista do movimento LGBT e doutorada em teoria literária na Unicamp, compartilhou sua história na luta pelo direito dos transexuais no Brasil.

    “Este ano já contabilizamos 18% a mais de crimes de ódio cometidos no Brasil, em relação a 2016. Esse é um retrato triste do nosso País, mas é preciso conhecer a realidade para entender as necessidades de mudança dentro e fora das organizações. Merecemos direitos e oportunidades iguais. O profissional do futuro irá de destacar por suas habilidades humanas, inovação e criatividade; e quem se sente valorizado e respeitado, contribui e gera resultados positivos para a empresa que trabalha”, destacou Sales.

    Durante o evento, foram distribuídas cartilhas com boas práticas para melhor convívio com a diversidade e um glossário com termos comuns no universo LGBT. O mesmo documento será entregue para colaboradores dos 252 hotéis do Grupo no Brasil a fim de aumentar a conscientização sobre o tema e ampliar o debate acerca da diversidade.

    Compromisso Accor

    Em fevereiro de 2017, a AccorHotels assinou a Carta de Adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT, tornando-se a primeira empresa hoteleira membro do fórum que discute ações que podem contribuir para desmistificar o tema no âmbito empresarial e da sociedade. “Reforçamos que esta luta não é apenas um detalhe, é algo que queremos que o mundo saiba que é real. Em nossos hotéis, os colaboradores e clientes LGBTs são tratados com respeito e ocupam um papel importante para nós”, destacou Patrick Mendes, CEO da Accor para América do Sul. O executivo anunciou, ainda, que para a Parada Gay que acontecerá no dia 18 de junho em São Paulo, hotéis selecionados oferecerão tarifas especiais para hospedagem durante o período do evento.

    Tchaka e Patrick Mendes

    Além disso, um Comitê LGBT foi criado para alavancar a discussão do tema no dia-a-dia das atividades da empresa. O grupo tem o compromisso de promover um ambiente inclusivo e acolhedor, respeitando as diferenças e valorizando a individualidade de cada um.

    “Acreditamos que as pessoas são livres e iguais em dignidade e direitos, e dialogamos com todos para tornar nossas ações mais efetivas. Por isso reforçamos o respeito e a promoção dos direitos LGBT na AccorHotels”, afirmou Antonietta Varlese, VP de Comunicação e CSR AccorHotels América do Sul.

    Lei Estadual

    No Estado de São Paulo, a Lei Estadual número 10.948 de 5 de novembro de 2001, proíbe a discriminação por homofobia e transfobia no estado e pune toda manifestação atentatória ou discriminatória praticada contra LGBT. O Governo Federal possui um telefone para a denúncia de desrespeito aos direitos humanos, o Disque 100. Também existe o número 180 para denúncia de violência contra as mulheres, inclusive transexuais.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here