‘Não vou ser cobrado, eu vou cobrar’, diz Edmar Bull

0

O novo presidente da Abav Nacional, eleito por aclamação, vai exigir mais participação das estaduais nas ações, como obtenção de dados para pesquisas de mercado

Eleito por aclamação presidente da Abav Nacional neste sábado, dia 12, junto com sua nova diretoria, Edmar Bull estabeleceu 50 projetos para sua gestão e quer repetir as experiências de sucesso que adquiriu na presidência da Abracorp, principalmente a obtenção de dados de mercado das Abavs estaduais, como número de agências de viagens associadas, faturamentos mensais, desempenhos de vendas – uma carência histórica da entidade, que sempre se baseou mais em dados dos fornecedores para ter o termômetro.

O dirigente explicou que não haverá contratação de um instituto de pesquisas, mas será criado um sistema de compartilhamento de dados de cada estado. “Se conseguimos fazer isso na Abracorp, com mais de 30 associados, por que não podemos fazer com 27 Abavs? Se cada estadual ajudar um pouquinho, dará certo. Precisamos principalmente de dados das pequenas e médias empresas”, acrescentou.

Edmar Bull não economizou elogios à gestão de Antonio Azevedo “que fez grandes mudanças”. Ele enfatizou que o momento agora é de acelerar os processos porque “ hoje muda tudo em um mês”. Como novo vice-presidente de capacitação e certificação, Azevedo será bem exigido na nova gestão, garante Bull. “Ele vai continuar fazendo, será um dos caras que mais trabalharão. Como exigiu de mim na vice-presidência”, afirmou em tom de brincadeira. O dirigente diz que exigirá também muito mais participação das Abavs estaduais, principalmente na divulgação e mobilização do evento nacional. “Não vou ser cobrado, eu vou cobrar”, enfatizou.

Edmar Bull assume o lugar de Antonio Azevedo, que continuará na diretoria da Abav
Edmar Bull assume o lugar de Antonio Azevedo, que continuará na diretoria

Sobre a Expo Internacional, o novo presidente da Abav Nacional garantiu que a renovação com a Braztoa será uma das primeiras reuniões marcadas “assim como manteremos os acordos com as outras entidades”. Em relação à volta do evento intinerante em outros estados, como querem muitos conselheiros, Edmar Bull garantiu que não será possível até 2017 por causa do contrato com o Anhembi, mas, posteriormente, admitiu que a reivindicação pode ser estudada. “No caso intinerante, apenas São Paulo, Rio e Ceará poderia atender bem”.                

O ex-presidente Antonio Azevedo declarou sair do comando com missão cumprida. “Como disse na reunião: saio feliz. Fiz tudo a meu alcance. Com nosso trabalho de internacionalização, por exemplo, quando conseguimos ingressar na OMT, estamos muito mais valorizados e respeitados dentro do mercado global”.  Outro vice-presidente, Pedro Galvão, utilizará sua experiência passada como secretário estadual da Bahia, para a área de relações institucionais. “Farei um trabalho mais efetivo junto ao Ministério do Turismo, Anac e outras instituições que precisamos de um maior relacionamento com a Abav”, adiantou Pedro Galvão.

Pedro Galvão, um dos vices: "Farei um trabalho mais efetivo junto ao Ministério do Turismo"
Pedro Galvão, um dos vices: “Farei um trabalho mais efetivo junto ao Ministério do Turismo”

Metas – Edmar Bull estabeleceu estabeleceu dentro do planejamento estratégico da sua gestão a meta de realizar em dois anos 50 projetos para a entidade. Os projetos serão distribuídos em três pilares estratégicos: Gestão Participativa, Abav Profissional e Agente Empreendedor.

Dentro desse escopo, 16 já foram desenhados e os demais 34 deverão ser construídos contando com a participação das 27 Abavs regionais. Fortalecer a imagem da Abav e gerar maiores resultados para os agentes de viagens associados em todo o Brasil é o objetivo principal, dentro de uma estratégia macro de estabelecer uma visão global através da Abav Nacional, e atender às necessidades e ações de forma local para cada uma das estaduais.

 Diretoria eleita para o biênio 2015/2017

 Presidente: Edmar Augusto Bull  – Copastur  (SP)

Vice-presidente administrativo: Francisco Leme – Jet Stream (SP)

Vice-presidente financeiro: Ronaldo Waltrick – Maiorca (SP)

Vice-presidente de relações internacionais: Guilherme Paulus – CVC Turismo (SP)

Vice-presidente de capacitação e certificação: Antonio Azevedo – Eventtour (PR)

Vice-presidente de marketing e eventos: Fernando Dias – Master Turismo  (MG)

Vice-presidente de turismo especializado: Ney Gonçalves – Impacto Tour  (MS)

Vice-presidente de relações institucionais: Pedro Galvão – Atlas Turismo  (BA)

Diretora para assuntos jurídicos:  Rose Larrat – Boeing Turismo  (PA)

Diretor de tecnologia e integração: Luís Vabo – Solid  (RJ)

Conselho Fiscal (Titulares)

Marcelo Matera – ABC Turismo  (Taubaté/SP)
Afrânio Lages – Aero Turismo  (AL)
Helvécio  Garofalo – Confiança Turismo  (MT)

Conselho Fiscal (Suplentes)
André Krammel  – Allestur  (SC)
Geraldo Zaidan – GR Tur  (PR)

Conselho de Ética, Conciliação e Arbitragem (Titulares)
George Irmes – Irmes Tour   (RJ)
Antonio da Mata – Bl Union Travel  (MG)
Rita Vasconcelos – RC Tour  (RS)

Conselho de Ética, Conciliação e Arbitragem (Suplentes)
Paulo Tadros – Equatorial Passagens e Turismo  (AM)
Lamarck Rolim – Zeus Turismo  (DF)


Por Fernando Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here