Operadora oficial do Vaticano inclui Brasil no catálogo

A Opera Romana Pellegrinaggi (ORP), maior operadora de turismo religioso do mundo, ligada diretamente ao Vaticano, incluiu em seu catálogo um roteiro de turismo jesuítico que passa por Brasil, Paraguai e Argentina. O anúncio convida os viajantes para desfrutar de “fé, cultura e história em um cenário natural único no mundo”, de acordo com informações da Secretaria Nacional de Turismo do Paraguai.

De acordo com o material proposto pela operadora do Vaticano, o itinerário começa em Assunção, capital do Paraguai, passando por pontos como a sede real do governo, museus, igrejas e demais pontos de trabalho de artesão locais. Chegando na Argentina, por meio da cidade de Posadas, o roteiro inclui visita nas ruínas das missões mais importantes no país, incluindo San Ignacio Mini, fundada pelo padre jesuíta San Roque González de Santa Cruz, no início do século XVII. No Brasil, o itinerário abrange as Cataratas do Iguaçu.

O Setor de Promoção Comercial (SECOM) da Embaixada do Brasil em Assunção informou ainda que irá apresentar para a Embaixada do Brasil no Vaticano a possibilidade de inserção da cidade de São Miguel das Missões e de outros destinos localizados no Rio Grande do Sul no catálogo do roteiro jesuítico.

Para o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, que trabalha ativamente pela divulgação do roteiro, esta é uma excelente oportunidade de negócios, “pela importância da operadora, do segmento e da divulgação em vários países, o que colocará o Brasil como vitrine do turismo religioso”.

Em janeiro deste ano, Lummetrz e o ministro do Turismo, Marx Beltrão, se reuniram com o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, e uma das ações propostas foi a promoção conjunta do destino “Roteiro das missões jesuíticas”, onde os visitantes poderão conhecer ruínas e saber um pouco mais da história dessas instalações foram erguidas por padres jesuítas espanhóis há mais de 400 anos no Sul do país e nos vizinhos Argentina, Uruguai e Paraguai. Pela proposta, além das visitas às ruínas,  podem ser organizadas caminhadas e passeios ciclísticos num raio de 600 quilômetros, no estilo do conhecido Caminho de Santiago, na Espanha.

Ainda durante o encontro, as autoridades se comprometeram a divulgar a proposta durante as feiras de turismo internacional e lançar oficialmente o roteiro em setembro de 2017.

 

Sobre a Opera Romana Pellegrinaggi

A operadora foi criada em 1934 pelo Vaticano, com o objetivo de levar peregrinos em viagens religiosas aos principais destinos religiosos católicos e santuários do mundo. Sediada em Roma, na Itália, é uma empresa subordinada ao Vicariato de Roma, um dos braços da Santa Sé, e especializada no que chama de “itinerários espirituais”, com roteiros com três focos principais: bíblico (origens da fé católica), mariano (destinos relacionados à vida de Maria e principais santuários marianos) e religioso.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo