Sesc lança edital para construir hotel em Sirinhaém (PE)

0

O litoral sul de Pernambuco vai receber o terceiro hotel do Sesc no Estado. O edital de obras do equipamento que ficará na praia de Gamela, em Sirinhaém, foi lançado hoje (04/09), às 15h, na sede da Entidade, no bairro de Santo Amaro, no Recife. Na ocasião, estiveram presentes o presidente do Sistema Fecomercio/Sesc/Senac-PE, Josias Albuquerque, o diretor do Sesc Pernambuco, Antônio Inocêncio Lima, o prefeito de Sirinhaém, Franz Hacker, e vários prefeitos da Mata Sul pernambucana.

Orçado em R$ 106 milhões, o Centro de Turismo e Lazer de Sirinhaém terá sua construção iniciada no ano que vem, gerando 500 empregos ao longo das obras. O hotel ficará a aproximadamente 30 quilômetros de distância das praias de Porto de Galinhas e próximo às de Tamandaré, Carneiros e Serrambi. A previsão é de que o hotel entre em operação 24 meses após o início da construção. Cerca de 200 profissionais de diversas áreas de formação devem atuar no hotel quando o equipamento estiver em pleno funcionamento.

O hotel contará com dois blocos com 134 apartamentos, com média de 28 metros quadrados e varanda, distribuídos em quatro andares. Desse total, oito são suítes e quatro adaptados para pessoas com deficiência. Serão duas áreas de lazer, coberta e descoberta, que contemplarão piscinas para adultos e crianças e de hidroginástica, salas de jogos, vídeo e musculação, salões multiuso e de festas, bares, praça, pista de caminhada e restaurante.

Também haverá, especialmente para atender o segmento corporativo e de eventos, um centro de convenções. O espaço contará com um auditório principal com capacidade para 472 lugares, salas de apoio, de reuniões e de recepção, e uma galeria de artes. “Assim como nossos hotéis em Garanhuns e Triunfo, vamos trabalhar com tarifas diferenciadas para os comerciários e preços competitivos para o público em geral”, afirma Josias Albuquerque.

SUSTENTABILIDADE – Com 10 hectares de área total de terrenos doados pela Prefeitura de Sirinhaém e pelo Governo de Pernambuco, o hotel vai abrigar o Centro de Interpretação Ambiental com um Economuseu aberto ao público. O espaço, com dois pavimentos, terá estação de laboratórios, aquários, salas de exposição, de vídeo, de ciência e biblioteca.

“É um projeto com dois pilares fundamentais: a potencialidade turística da região e a importância da preservação e cuidado do manguezal, por isso, o equipamento foi todo concebido com o viés do turismo ecológico”, comenta Antônio Inocêncio Lima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here