Abav Expo retorna ao modal itinerante e terá duas edições por ano

De acordo com Magda Nassar, presidente da Abav, a decisão não foi tomada por conta da pandemia, mas por questões estratégicas

abav
Magda Nassar, presidente da Abav Nacional

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav Nacional) anunciou que, a partir de 2022, a Abav ocorrerá duas vezes por ano – uma fixa em São Paulo e outra itinerante. Em outubro, o a feira, que estava prevista para ocorrer na capital paulista, será sediada em Fortaleza, no Ceará, entre os dias 6 e 8 de outubro.

“Vamos fazer pontes e criar conexões entre esses agentes, criar imersões profundas entre os agentes e a cidade de Fortaleza e o estado do Ceará. Estamos há meses estudando isso. Para nós o que importa é sairmos de onde estamos hoje. A nossa retomada bate todos os dias à nossa porta e a Abav vai abrir essa porta”, declara Magda Nassar, presidente da Abav Nacional.

A Abav Expo retorna para São Paulo em março de 2022. “Estaremos no Expo Center Norte, que é nosso parceiro. Vamos realizar o maior evento de Turismo do Brasil e aumentando o sucesso que obtivemos em 2019, quando a gente recebeu mais de 32 mil pessoas. E a Abav comprova em fatos sua importância para o Turismo brasileiro”, detalha.

Magda se orgulha de nunca ter cancelado a feira, apesar da pandemia, adequando o evento ao cenário atual, como foi o caso do Abav Collab, realizado em 2020. “Hoje, a gente anuncia dois grandes eventos, a gente quer mostrar a força, resiliência e retomada do turismo”, comenta.

Magda ainda deixa claro que esta decisão não está atrelada à pandemia, mas trata-se de um desejo já existente em mostrar o país, ressaltando o que há de melhor no território brasileiro. “Queremos mostrar o Brasil para os brasileiros, para os agentes de viagens. Esse evento itinerante é uma porta que a gente escancara para a retomada”, pontua Magda Nassar.

Abav: Líderes do setor

O anúncio realizado pela Abav nesta terça (11) contou com a presença de importantes profissionais, como Carlos Brito, presidente da Embratur. De acordo com ele, o Brasil vai se destacar muito positiva.

“Eu tenho certeza que o Turismo terá a retomada e vamos retomar da forma mais rápida possível. Vamos trabalhar incansavelmente para que o setor se fortaleça e que as 52 cadeias econômicas possam respirar e se fortalecer no pós-pandemia. Vamos lutar juntos”, declara o executivo.

Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de São Paulo, também esteve presente no anúncio e parabenizou pela decisão. “Vamos ser aqueles que vão recuperar o maior número de empregos. O nosso turismo é integração. Eu estou muito feliz, contem com a presença de São Paulo na promoção da feira em Fortaleza e esperando você em março”, diz.

Gilson Machado, ministro do Turismo, aproveitou o momento para destacar as ações realizadas no Brasil para que haja o menor impacto, inclusive a atual aposta em vacinas. “O Turismo ainda é muito pequeno no Brasil em relação ao PIB. Estou trabalhando para que ele seja protagonista”, estima.

Deixe uma resposta