Abav Nacional comemora mudança de posicionamento da Lufthansa

Por: Chris Flores

Após o Grupo Lufthansa anunciar que cobraria, a partir de 1º de setembro deste ano, a DCC – Distribution Cost Charge, no valor de €16,00, para cada emissão de passagem aérea do grupo que fosse realizada por intermédio de um GDS, a Abav Nacional, em conjunto com a Abracorp e AirTkt, se reuniram com a Lufthansa no Brasil para entender e questionar tal cobrança, buscando lealdade comercial às agências de viagens e turismo do Brasil, que fatalmente seriam afetadas, mas a decisão da Lufthansa foi informada como mundial e conclusiva.

 

Em tais termos, a Abav Nacional elaborou consulta formal e jurídica à Anac – Agência Nacional de Aviação Civil e à Senacon – Secretaria Nacional do Consumidor, para que ambas avaliassem a pretensão do Grupo Lufthansa no território brasileiro, considerando a possível conduta como não transparente junto aos consumidores, de reserva de mercado, e discutida pelas existentes normas brasileiras de transporte aéreo de passageiros.

 

Hoje, dia 10, o Grupo Lufthansa comunica ao mercado que, diante de não adaptação junto a todos os GDS´s dessa modalidade e inserção da cobrança, bem como pela incerteza legal da mesma, via outros meios, inclusive por taxa específica com a Iata –, a Lufthansa decidiu suspender sua cobrança por todo o mercado brasileiro, informando que nos demais mercados a cobrança continuará a partir de 1º de setembro de 2015.

 

A Abav Nacional, em conjunto com suas congêneres acima mencionadas, continuará acompanhando o tema objetivando a defesa de concorrência leal para as agências de turismo e clara informação para todos os consumidores.

 

 

CF

Deixe uma resposta