ABIH-MG pede ações mais rápidas do Governo Federal

Foi registrada instabilidade na confiança de empresários hoteleiros da região e presidente da entidade atribui cenário negativo a demora na tomada de decisões do governo federal

ABIH-MG
Guilherme Sanson, presidente da ABIH-MG

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG) citou a ausência de decisões do Governo Federal como uma das causas do cenário negativo na hotelaria mineira. Por conta do impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no País, a entidade registra o fechamento e a paralisação de hotéis e pousadas em várias cidades do estado.

Além disso, foi registrado o desligamento de 30% dos funcionários do setor – estimativa de três mil empregos comprometidos. Para depois do dia 20 de abril, espera-se que sejam mais cinco mil.

Até o momento, em Belo Horizonte, 11 hotéis suspenderam suas atividades e dois paralisam nos próximos 15 dias. Ao todo, a taxa cancelamento de reservas do setor em geral se encontra em mais de 70%. Veja a lista dos empreendimento fechados temporariamente na capital:

  • Fasano
  • BHB
  • Quality Pampulha
  • Classic
  • BH Plaza
  • Bristol Merit
  • ESuites Lagoa dos Ingleses
  • San Diego Barro Preto
  • Intercity BH Expo
  • Boulevard Express
  • Boulevard Park

De acordo com Guilherme Sanson, presidente da ABIH-MG, o cenário de fechamento e paralisação só pode ser revertido com decisões mais rápidas do governo. “A isenção do IPTU e ICMS e a redução do ISS são ações possíveis para acalmar a situação enquanto durar a pandemia”, diz.

Para 1º de abril, a estimativa é que mais de 20 empreendimentos finalizem suas atividades. Alguns hotéis como o OYO Amazonas Palace e o BH Boutique Hostel vão paralisar as atividades pelos próximos 15 dias.

“Acredito que muitos trabalhadores perderão seus empregos, muitos hotéis estão fechando ou irão fechar com a demora nas definições. O governo está contando com uma receita que não vai existir e as consequências serão mais trabalhadores afetados, assim como toda a cadeia do Turismo e isso tende a se avolumar cada vez mais”, conclui Sanson.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui