Abracorp registra crescimento de 9,5% em viagens corporativas em 2019

De acordo com o levantamento feito pela Abracorp, a performance dos segmentos aéreo e hoteleiros são os principais propulsores desse acréscimo
Gervasio Tanabe e Carlos Prado (ambos da Abracorp)

O setor corporativo encontrou motivo para celebrar o ano de 2019. O resultado geral, em relação a 2018, medido pela tradicional pesquisa de vendas assinada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) confirma e até supera as expectativas. O avanço geral de 9,5%, em volume de vendas, corresponde à oscilação de R$ 10.404.702.216 para R$ 11.388.808.954.

Mais uma vez, o bom resultado contabilizado em 2019 deveu-se, em boa parte, à performance positiva do aéreo (14%) e da hotelaria (21%) nacionais. Juntos, representaram mais de R$ 6.9 bilhões do valor monetário apurado.

O segmento aéreo internacional cresceu 0,9% no ano – passou de R$ 2.790.599.415 para R$ 2.815.485.642. Declínio percentual mais acentuado se deu com os cruzeiros marítimos. O nacional recuou 27,3%; e o internacional 83,4%. Em valores nominais, o nacional oscilou negativamente de R$ 4.580.963 para R$ 3. 328.930. E o internacional, de R$ 698.726 para R$ 116.170.

O maior salto percentual positivo foi registrado nos segmentos transfer internacional (53,5%) e seguro viagem nacional (53.9%). O primeiro foi de 16.121.129 para R$ 24.713.682, enquanto o segundo de R$ 37.924.219 para R$ 58.354.586.

Quanto ao market share do comparativo geral das vendas do ano de 2019, o segmento aéreo nacional representou 40,8% do total. Seguiram aéreo internacional (24,7%); hotelaria nacional (19,8%); hotelaria internacional (4,6%); e locação nacional (1,4%). Somados, alcançam 91,2% do total. Os 8,8% restantes estão pulverizados em 11 segmentos.


Leia também:

Deixe uma resposta