Aéreas anunciam melhorias na malha e novos voos para o Rio Grande do Norte

As novas regras estabelecem a redução da base de cálculo em cinco alíquotas: 12%, 9%, 5%, 3% e 0%

0

Com o auditório da Governadoria do Rio Grande do Norte lotado por representantes do trade turístico, ontem (24), a governadora Fátima Bezerra, juntamente com a secretária de Turismo, Aninha Costa, e o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, apresentaram oficialmente as medidas para concessão de isenção ao consumo do querosene de aviação.

As novas regras estabelecem a redução da base de cálculo em cinco alíquotas: 12%, 9%, 5%, 3% e 0%. Em contrapartida, as companhias aéreas devem cumprir metas para assegurarem a redução. As empresas que não cumprirem as regras terão de devolver o imposto retroativo não recolhido ao Estado.

Pela regra anterior a companhia aérea Gol desfruta da alíquota de 9% por manter um voo internacional a partir do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a Azul e a Latam operam com a alíquota de 12%.


LEIA MAIS:
+ Rio Grande do Norte lança novo regime tributário do QAv para aéreas
+ Rio Grande do Norte recebe primeiro evento itinerante do Investe Turismo
+ Rio Grande do Norte investe no corporativo e expande malha aérea

“O governo do estado faz a sua parte. A novas regras foram muito bem elaboradas, definem de forma clara as contrapartidas e se constituem numa ferramenta para alavancar o turismo e ampliarmos a malha aérea”, comentou a governadora do Estado.

Novos voos

A nova proposta de redução do QAV foi realizada de forma alinhada e clara com as necessidades das companhias aéreas e resultou em um formato satisfatório para o estado e para as empresas de aviação. Resultado disso foi o anúncio oficializado hoje pelo Assessor da Presidência para Assuntos Institucionais da a Azul Linhas Aéreas, Ronaldo da Silva Veras, onde a companhia garante que disponibilizará mais três novos voos para o Rio Grande do Norte, com saídas de Recife, Campinas e Belo Horizonte.

“A assinatura do decreto de redução do QAV foi o primeiro passo para resolver a questão da malha aérea do Rio Grande do Norte”, comentou a secretária de Turismo do Estado, Aninha Costa. “Temos que continuar trabalhando na divulgação do destino, além de atuar fortemente na construção e restauração de equipamentos turísticos de excelência, para que consigamos atrair novos turistas e aumentar a sua permanência no RN”, ressalta a titular da pasta.


Leia também:
Delta comemora 90 anos de operação e relembra conquistas
Delta expande embarque com reconhecimento facial em novos aeroportos
Iata avalia com positividade decisões do governo brasileiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here