Aeroporto da Pampulha é adquirido pelo Grupo CCR por R$ 34 milhões

A concessionária, que já administra o terminal de Confins, também em Minas Gerais, arrematou o Aeroporto da Pampulha nesta terça-feira (5)

Aeroporto da Pampulha
(Foto - Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra)/Divulgação)

O Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, ou Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, foi arrematado em leilão pelo Grupo CCR. O evento aconteceu nesta terça-feira (5), na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), e o terminal foi comprado por um lance de R$ 34 milhões de outorga fixa. As informações são do G1.

De acordo com o Governo de Minas Gerais, o aporte necessário para atualizar o terminal está na casa dos R$ 150 milhões. Do valor total, aproximadamente R$ 65 milhões serão destinados a atualizações nos primeiros 36 meses de contrato. A lista inclui construção de um terminal de aviação geral, recuperar parte do pavimento da pista, preparar novos hangares e ter um sistema de pistas para táxi.

Agora, a concessionária passa a comandar dois aeroportos no estado, já que também administra o terminal em Confins, na região metropolitana da capital mineira. Além disso, a CCR também cuida de aeroportos em Curaçao, Costa Rica e Equador.

Segundo o governo mineiro, o valor dos impostos a serem arrecadados com a concessão do Aeroporto da Pampulha deve chegar a R$ 99 milhões. O estabelecimento conta com quase 30 hangares e acumula uma média de aproximadamente 325 mil passageiros por ano desde 2016.

Deixe uma resposta