Aeroporto de Bariloche poderá receber voos do Brasil

Aeroporto de Bariloche é habilitado como corredor seguro para receber voos do Brasil, a depender da oferta das companhias aéreas

Bariloche
(Foto: divulgação/Bariloche)

O governo argentino anunciou, na última semana, que o aeroporto Teniente Luis Candelaria, de San Carlos de Bariloche, integrará o corredor seguro para a entrada de turistas estrangeiros na província de Rio Negro. Classificada como opção de entrada na Argentina, Bariloche agora poderá receber de maneira direta os voos do exterior, incluindo do Brasil, a depender dos acordos com as companhias aéreas para ampliar a oferta do transporte.

Atualmente, não há voos entre o Brasil e o aeroporto de Bariloche. A Aerolíneas Argentinas opera voos com conexão em Buenos Aires. Com a nova classificação, a expectativa é de que as companhias aéreas retomem suas operações diretas entre o Brasil e Bariloche.

“A permissão nos possibilita pensar em estratégias para trazer voos diretos. Estamos em negociações com as companhias aéreas que realizam esses voos do Brasil. O intuito é termos avanços da conectividade aérea para a temporada de inverno”, ressalta o secretário de Turismo de Bariloche, Gastón Burlón.

Com a habilitação para o aeroporto receber voos diretos do exterior, Bariloche agora se soma a Misiones, Salta, Mendoza, Buenos Aires, Ushuaia e Córdoba como opções de entrada segura na Argentina.

Cenário atual dos voos à Bariloche

Atualmente, Bariloche é destaque nas estatísticas de voos da Aerolíneas Argentinas. Segundo os dados repassados pela companhia à Emprotur, entidade de fomento ao turismo de Bariloche, quase 550 mil passageiros embarcaram em voos entre Buenos Aires e Bariloche em 2021. O número representa 72% do registrado em 2019, período anterior à pandemia da covid-19.

Na primeira quinzena de janeiro, a linha de Buenos Aires a Bariloche foi a de maior demanda entre as operadas pela companhia. Foram 40,7 mil passageiros transportados, o que denota um aumento de 134% do registrado em 2020, no mesmo período.

“As companhias não colocam voos sem demanda. Esse número de passageiros é resultado das promoções que o setor turístico de Bariloche realiza e das atrações dos destinos da cidade”, destaca o secretário de Turismo da cidade argentina.

O número expressivo de turistas que desembarcaram em Bariloche condicionou uma alta movimentação nos hotéis, comércios, passeios e parques da cidade. Segundo a Emprotur, a ocupação hoteleira chegou a 97% no mês de janeiro. A expectativa do órgão é de que, com a habilitação do aeroporto como corredor seguro, o número de visitantes seja ainda maior nos próximos meses.

Deixe uma resposta