Aeroporto de Munique projeta recuperar demanda a médio prazo

De acordo com Jost Lammers, presidente e CEO do complexo, o impacto financeiro do novo coronavírus (Covid-19) supera o do ataque terrorista ao World trade Center, em Nova Iorque, no ano de 2001

Aeroporto de Munique
O aeroporto está com avisos de prevenção ao vírus

Bem como todo setor aéreo no mundo, o Aeroporto de Munique reportou quedas em março graças ao novo coronavírus (Covid-19). Os resultados negativos em decolagens, aterrissagens e tráfego de passageiros acontece devido às restrições de viagem e reduções no número de voos disponíveis. Mesmo assim, a expectativa é que a recuperação aconteça no médio prazo.

“Estamos enfrentando uma crise no transporte aéreo global em uma escala sem precedentes, sem fim à vista. Proteger a saúde dos passageiros e funcionários no aeroporto de Munique continua sendo nossa principal prioridade. Uma preocupação vital é limitar o enorme dano econômico ao aeroporto de Munique e às pessoas que trabalham aqui, tomando todas as medidas necessárias para preservar nossa estabilidade financeira”, diz Jost Lammers, presidente e CEO do Aeroporto de Munique.

Segundo o executivo, o objetivo em 2020 será ajustar parâmetros econômicos e financeiros com base na situação do setor. “O período de seca que se avizinha. Ao nos prepararmos, teremos forte desempenho econômico ao longo dos anos”, explica.

Mesmo com ar de positividade, Lammers afirma que nunca viu uma crise tão complicada como a da Covid-19. “Os efeitos dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 ou da crise financeira global em 2008 são menores que a da Covid-19. Por isso, o tempo de recuperação da demanda pode ser significativamente mais longo”, conclui.

Aeroporto de Munique: decisões

Diante do forte declínio, a Flughafen München GmbH (FMG) e suas subsidiárias começaram várias semanas atrás a implementar medidas de longo alcance para garantir a liquidez do aeroporto. Isso inclui um conjunto de medidas em todo o grupo para impor limites rígidos aos custos de pessoal e material, para gerar economias extensivas em todas as áreas.

Como resultado, projetos de investimento planejados, como o parque de estacionamento ocidental, a nova sede corporativa e o novo hotel econômico, foram adiados até novo aviso.


Deixe uma resposta