Aeroporto de Munique registra 49,7 milhões de passageiros e bate recorde

Este é o décimo consecutivo de alavancamento do Aeroporto de Munique e as expectativas é que este ano os índices continuarão a crescer

0
(Foto: Divulgação)

O Aeroporto de Munique registrou, pelo décimo ano consecutivo, aumento no tráfego e atingiu um novo recorde. Em 2019, houve um acréscimo de 1,7 milhão, 4% acima do que foi registrado no ano anterior, somando um montante de 49,7 milhões de viajantes. Este foi o maior aumento registrado por uma aeroporto alemão.

O número de decolagens e aterrissagens cresceu cerca de 1%, totalizando mais de 417 mil movimentos de aeronaves. As companhias aéreas aumentaram o número de destinos atendidos, principalmente em âmbito intercontinental, que contou com o aumento anual de mais de 6% em decolagens e aterrissagens, somando cerca de 34 mil, além de um aumento de 9% no total de passageiros.

No tráfego europeu, o número de passageiros foi cerca de 4% maior. Em rotas domésticas, o fluxo de viajantes caiu 1%. Isso demonstra força crescente no Aeroporto de Munique como um hub. Os fluxos de tráfego para Ásia e as Américas estão sendo canalizados no terminal.

Com base em projeções atuais, levando em consideração dos indicadores econômicos, o tráfego de passageiros no Aeroporto de Munique continuará a crescer. Essa estimativa visa ser reforçada com o apoio da Lufthansa, que conta com novas aeronaves de longo curso – A380 e A350 – e a adição de novas rotas. Dentre elas, a rota São Paulo – Munique, iniciada em dezembro.

Outras conexões anunciadas pela companhia alemã para o verão europeu incluem ligação com Bangalore, na Índia, além de serviços para as cidades americanas Detroit e Seattle. A Eurowings, subsidiária da Lufthansa, também está adicionando Las Vegas e Orlando à lista de destinos.


Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here