Air Canada recebe primeiro A220 e anuncia futuras rotas da aeronave

De acordo com a Air Canada, a ideia é oferecer mais comodidade aos passageiros, além de contar com menor emissão de carbono
Air Canada
Parte interna do modelo A220, da Air Canada (Foto: Divulgação)

A Air Canada apresentou, na semana passada, o mais A220-300, aeronave que dá continuidade ao projeto de modernização da frota da empresa. Ao todo, foram pedidos 45 A220, responsável pelo aporte de 3,8 bilhões de dólares canadenses. A aeronave realizou seu primeiro voo comercial entre Montreal e Calgary na última quinta-feira (16).

O design e a cabine do avião visam tornar-se popular entre os cliente. Além disso, vai ajudar a companhia a reduzir a emissão de carbono por meio de uma redução de 20% no consumo de combustível por assento.

“Estamos dando boas-vindas ao Airbus A220 em nossa frota e somos a primeira companhia aérea do Canadá a operar esta aeronave de última geração. Nossos clientes vão desfrutar de um nível de conforto incomparável em uma aeronave de corredor único, que tem uma eficiência operacional que promete benefícios ambientais e de custo significativos”, declara Calin Rovinescu, presidente e CEO da Air Canada.

De acordo cm Philippe Balducchi, diretor geral da Airbus no Canadá, essa parceria torna a montadora ainda mais canadense. “Os passageiros estão prestes a descobrir uma nova experiência de voo a bordo desta aeronave. Esperamos continuar desenvolvendo nossa parceria com a Air Canada nos próximos anos”, completou.

A frota vai receber mais aeronaves do modelo, que inicialmente vai operar a partir de Montreal e de Toronto em rotas já existentes no Canadá e entre fronteiras, como Ottowa, Winnipeg, Calgary, Edmonton e Nova York – La Guardia. As duas primeiras rotas do A220 começam no dia 4 de maio, com o lançamento do voo de Montreal para Seattle e de Toronto para San Jose, na Califórnia. Estes são os únicos voos sem escalas entre estas cidades.

“Além de ser fundamental para o nosso crescimento contínuo, o A220 permitirá à Air Canada fortalecer ainda mais nossa posição nos mercados entre fronteiras e transcontinental. Além disso, nos permitirá expandir ainda mais a nossa rede norte-americana, oferecendo aos clientes novas rotas e mais opções de horários durante todo o ano” disse Mark Galardo, vice-presidente de Planejamento de Rede da Air Canada.


Leia também:

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui