Air Canada reconfigura cabines para aumentar transporte de carga

Air Canada
Cabine do Boeing 777-300ER

Na última segunda-feira (13), a Air Canada reconfigurou a cabine de passageiros de um Boeing777-300ER. A iniciativa visa expandir a capacidade de transporte de suprimentos e cargas. Agora é possível promover o trânsito de 89,63 toneladas, o equivalente a nove milhões de máscaras médicas.

“Trazer rapidamente suprimentos médicos e outros materiais vitais críticos para o Canadá e ajudar a distribuí-los por todo o país é essencial para combater a crise da COVID-19. A transformação dos Boeings 777-300ER, nossa maior aeronave internacional de longo alcance, dobrará a capacidade de cada voo e permitirá que mais mercadorias sejam transportadas mais rapidamente, ” disse Tim Strauss, vice-presidente de Carga da Air Canada.

Duas outras aeronaves do mesmo modelo que estariam estacionadas estão em fase de adaptação pela empresa Avianor. Até a última segunda-feira (13), a Air Canada operou 40 voos cargueiros utilizando Boeings 777 recém-convertidos, Boeings 787 e Boeings 777. A expectativa é que sejam feitas 20 conexões por semana dessa categoria com os boeigns.

“A rápida transformação de algumas aeronaves para atender à demanda de carga reflete a nossa capacidade de maximizar com rapidez os ativos da frota, caso contrário essas aeronaves estariam estacionadas. A equipe de engenharia da Air Canada trabalhou 24 horas para supervisionar o trabalho de conversão e para, junto com a Transport Canada, garantir que todo o trabalho fosse certificado à medida que as tarefas fossem sendo concluídas. As outras duas aeronaves estarão prontas em breve, e entrarão em operação nos próximos dias “, disse Richard Steer, Vice-Presidente Sênior de Operações da Air Canada.


Deixe uma resposta