Após decreto, Air France atualiza oferta de voos entre França e Brasil

Regas valem de amanhã (15) até o final do período restritivo e permitem exclusivamente o embarque de passageiros da França para o Brasil

air france

Diante do anúncio feito ontem pelo governo francês, a Air France cancelou todos os voos programados para hoje, 14 de abril de 2021. A companhia aérea acaba de emitir um comunicado atualizando a situação dos voos a partir de amanhã e enquanto durar o período restritivo imposto pelas autoridades do país europeu.

A previsão é que a medida vigore até à zero hora de 19 de abril de 2021, segundo decreto assinado ontem por Jean Castex, primeiro-ministro, e publicado hoje no Diário Oficial da República Francesa.

Entre 15 de abril de 2021 e durante todo o período de proibição das ligações aéreas entre os países, a Air France irá operar voos entre o aeroporto Charles de Gaulle (Paris) e os aeroportos de Guarulhos (SP) e Galeão (RJ) com frequências reduzidas. De acordo com a regulamentação em vigor, esses voos não poderão transportar passageiros do Brasil para França. Somente passageiros no trecho inverso – da França para o Brasil – serão autorizados a embarcar.

A companhia informa, ainda, que a programação de voos a partir de 18 de abril de 2021 será ajustada seguindo as instruções governamentais. Os clientes impactados por essas mudanças serão informados individualmente.

Como parte das medidas “Air France Protect”, todos os bilhetes podem ser alterados ou reembolsados sem taxas e sem justificativas, para viagens programadas até 31 de dezembro de 2021. As equipes da Air France nos aeroportos e os times de relacionamento com o cliente estão mobilizados para dar assistência no cancelamento ou adiamento das viagens.

Decreto

“Tendo em conta a situação da saúde no Brasil e em derrogação do disposto neste decreto, o movimentos de pessoas deste país para o território da República [Federativa do Brasil] estão proibidas, com exceção daqueles que sejam necessários ao transporte de mercadorias, até 19 de abril de 2021, à meia-noite. O Ministro do Interior, o Ministro dos Territórios Ultramarinos e o Ministro da Solidariedade e Saúde são responsáveis ​​pela execução deste decreto, que será publicado no Diário Oficial da República Francesa e entrará em vigor imediatamente”.

Relembre

Jean Castex, primeiro-ministro da França, anunciou ontem (14/4) o fechamento das fronteiras com o Brasil. A decisão foi motivada por preocupações do governo, de médicos e autoridades sanitárias francesas em relação às novas variantes do novo coronavírus em circulação no País – como a P1, originada em Manaus, e a P2, que surgiu em Minas Gerais.

Castex não informou quando a medida passa a vigorar, tampouco forneceu uma previsão de retorno da frequência costumeira de ligações aéreas entre os dois países. A frase dita pelo dirigente francês de que a ordem é válida “até novo aviso” deixa claro, entretanto, que tudo depende do controle efetivo da disseminação do vírus em território brasileiro e da melhora efetiva nas condições sanitárias do País.

Deixe uma resposta