Air France – KLM comemora resultados sustentáveis de 2019; confira

Durante o ano, as companhias francesa e holandesa investiram em novas aeronaves, em combustível sustentável e em desperdício consciente de resíduos

Air France-KLM

A Air France – KLM, pelo 15º ano consecutivo, garantiu um lugar entre os primeiros da categoria Companhias Aéreas do Índice de Sustentabilidade Dow Jones em 2019. Depois de atingir suas metas para 2020, Air France – KLM estabeleceu, no ano passado, novas metas para reduzir sua pegada de carbono até 2030 e inclui:

  • Redução de 50% nas emissões de CO2 por passageiro/km em relação com os níveis de 2005
  • Redução de também 50% sobre 2011 no uso de materiais que geram lixo não-reciclável
  • Emissão zero nas operações de solo

“Por meio de suas gestões ambiental e social, fomos capazes de atingir nossas metas ambientais de 2019. A crise da covid-19 é um catalisador para acelerar a transformação da aviação civil e apresenta uma oportunidade para fortalecer ainda mais nosso compromisso de longa data de fazer a transição para um futuro mais sustentável, pois procuramos encontrar um equilíbrio ecológico e econômico”, Benjamin Smith, CEO do grupo.

A Air France assumiu o compromisso de compensar todos os voos doméstico, somando 450 voos diários, transportando 57 mil passageiros por dia. A companhia foi uma das primeiras do mundo a compensar as emissões geradas pelos seus voos domésticos. A KLM, Thalys e NS se uniram para substituir voos de curta-distância por ligações ferroviárias internacionais. A primeira operação da KLM pretendia substituir sua programação por um serviço de trem entre Amsterdã e Bruxelas. Isso foi planejado para o final de março de 2020.

Combustível sustentável

O combustível sustentável, para redução de emissão de CO2, é um dos pilares na Estratégia do grupo. A aviação ainda não dispõe de alternativas suficientes aos combustíveis fósseis e, além disso, não estão previstas tecnologias para a aviação comercial nas próximas décadas. A Air France e a Shell assinaram um memorando, confirmando o objetivo de abastecer os voos da aérea partindo de São Francisco com uma mistura de combustível convencionais e sustentável desde a última segunda (1).

A KLM, no ano passado, comprou 6.911 toneladas de combustível sustentável de aviação (SAF). A companhia anunciou sua participação na construção da primeira fábrica europeia de SAF em parceria com a Sky NRG, permitindo o aumento no uso de combustível sustentável em breve. Além disso, por conta do programa de compensação CO2 Zero, a viagem de 175 mil clientes foi neutra em carbono, o dobro do que foi registrado em 2018.

A Air France compensou 100% das emissões de CO2 geradas por seus voos domésticos, em união com a Eco Act, proporcionando benefícios à população local, apoiando reflorestamento, preservação e biodiversidade, além do desenvolvimento de energias renováveis. Dois projetos ficam no Brasil e foram escolhidos por votação pelos clientes da companhia. A companhia francesa ainda oferece o Tripand Tree, em parceria com a Tree For You, que reúne doadores e projetos de plantio de árvores. Ao comprar uma passagem, os clientes ajudam com doações, com valores de sua preferência, para financiar os projetos.

Renovação aérea

A renovação da frota também contribui para tais resultados. O grupo recebeu 22 novas aeronaves mais silenciosas e com menor consumo de combustível. Foram recebidos B787-10 e o B787-9 Dreamliner para a KLM e o A350 para a Air France. As companhias ainda esperam receber mais aeronaves de A350 e os A220, para a Air France, e B787-9 e B787-10 e os E185 E2. Durante a crise, também foi antecipada a retirada de aeronaves menos adequadas ao roteiro ambiental.

Em junho de 2019, a KLM lançou a Fly Resposibly, como parte de seu compromisso de garantir um futuro mais responsável. A iniciativa abrange tudo o que a companhia holandesa está fazendo para tornar as atividades mais sustentáveis, baseando-se em três pilares: reduzir, substituir e compensar. A aérea holandesa também convidou parte interessadas do setor a desenvolver soluções mais sustentáveis, usando projetos e recursos de sustentabilidade da companhia e compartilharem suas ideias e experiências.

Diminuição de resíduos

Os resíduos também fazem parte dos planos do grupo. Tanto a Air France quanto a KLM estabeleceram uma meta de redução de 50% de resíduos até 2030 em comparação com 2011. No ano passado, já foi possível registrar uma queda de 31%.

A Air France eliminou 210 milhões de itens de plástico de uso único até o final de 2019. Os itens foram substituídos por alternativas mais sustentáveis, feito de biomateriais. Tal medida representou 1,3 mil toneladas de plástico não usado. A KLM também está investindo em outras ideias, como reciclar itens.

Flying V

A companhia holandesa vem contribuindo para a pesquisa de um projeto, chamado Flying V, em parceria com a Universidade de Tecnologia de Delft. A ideia é contar com uma abordagem nova para design das aeronaves, tornando as operações de longa-distância mais sustentáveis.

Agentes de viagens

O grupo divulgou um vídeo, inspirando os agentes de viagens a manter o apoio ao setor apesar da crise causada pela pandemia de covid-19. Os colaboradores da Air France – KLM do Brasil gravaram parte do vídeo cada um em sua casa. Confira o vídeo:


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui