Alagev: Roberta Moreno assume presidência para biênio 2020/21

Rodrigo Cézar, atual presidente da Alagev, afirma que o planejamento continuará sendo levado em consideração, bem como as necessidades dos associados
Roberta Moreno assume presidência da Alagev em maio

Durante o Lacte 15, evento da Associação Latino Americana de Gestão de Viagens e Eventos Corporativas (Alagev) que se encerra hoje (18), Roberta Moreno foi anunciada como a nova presidente da Alagev. A executiva, que já fazia parte do conselho da entidade, assume oficialmente o cargo em 3 de maio.

Segundo Rodrigo Cézar, atual presidente da Alagev e que permanece no conselho após Roberta assumir a presidência, a executiva chega em um momento otimista do setor, com mais confiança de gestores e com a gratuidade do associativismo na Alagev, anunciada ontem (17). O foco agora é dar continuidade aos projetos planejados para alcançar as metas estabelecidas para os próximos anos.

“Temos claro para onde queremos ir, o que a gente quer fazer e os objetivos, desde continuar com foco em conhecimento, expandir o número de associados, dar mais democraticidade a um setor que é carente de informação, sempre como foco no melhor para o mercado”, afirmou Cézar.

Ainda de acordo com ele, a associação vem assumindo um novo posicionamento, com mais inclusão. “Acredito que a exclusividade é um grande mal das associações. Essa novidade é uma evolução. Além disso, continuaremos ouvindo muito. A gente tem que trabalhar em cima das necessidades dos nossos convidados”, completa.

Alagev: Lacte 15

Na avaliação do atual presidente, o evento foi um sucesso e as metas estipuladas foram alcançadas. “A gente conseguiu refletir o que queríamos para o evento. Sair da passividade e refletir a esquizofrenia do dia a dia. Aqui, o visitante pôde escolher o que fazer em sua trilha. Mais que isso, a gente entregou o que era necessário, com base naquilo que recebíamos de feedback”, ressalta.

Para a próxima edição, o presidente afirma que mudanças são esperadas. “O setor em si muda bastante e temos de estar atentos a essa evolução. É isso o que a gente precisa, de mais atenção”, finaliza Cézar.


Leia também:

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui