Alckmin libera R$ 66 milhões para o turismo paulista

Com a proposta de estruturar ainda mais o turismo no Estado de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin autoriza na manhã desta quinta-feira (30/11), às 10h, no mezanino do Palácio dos Bandeirantes, o repasse no valor de R$ 63. 315.609,96 para 35 Estâncias Turísticas, e R$ 3.412.014,34 para 11 Municípios de Interesse Turístico (MITs), num total de R$ 66.727.624,30.

A assinatura de convênios por intermédio do DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos) da Secretaria Estadual de Turismo,vai impulsionar o setor nas estâncias de Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de São Pedro, Amparo, Avaré, Bertioga, Brotas, Caconde, Campos do Jordão, Caraguatatuba, Cunha, Guaratinguetá, Ibirá, Ibitinga, Ibiúna, Igaraçu do Tietê, Ilha Comprida, Itu, Lindóia, Morungaba, Olímpia, Paranapanema, Pereira Barreto, Piraju, Praia Grande, Salto, Santos, São José do Barreiro, São Luiz do Paraitinga, São Pedro, São Vicente, Serra Negra, Socorro e Tremembé. São Paulo tem 70 municípios classificados como Estâncias Turísticas.

Já os 11 MITs contemplados com recursos são Agudos, Brodoswki, Buritama, Cardoso, Iacanga, Martinópolis, Mira Estrela, Rancharia, Sales, Tapiraí e Tatui. Em ambos os casos, o DADETUR libera os recursos a partir dos projetos apresentados pelos próprios municípios, indicando as melhorias que pretendem fazer para a estrutura turística de cada cidade.
Desde 2011, o Estado já repassou R$ 1,5 bilhão entre 2011 e 2017 para as 70 estâncias turísticas, por meio de convênios, este ano repassa R$ 3,3 milhões para os MITs.

Deixe uma resposta