Alex da Riva assume presidência da BLTA nos próximos dois anos

Segundo Alex da Riva, a ideia da BLTA é fortalecer e investir a imagem positiva do turismo de luxo no Brasil com base nos pilares da entidade

Alex da Riva
Andre Zanonato, Claudia Baumgratz, Alex Da Riva, Simone Scorsato, Mariana Rosa e Michael Nagy

Em sua primeira assembleia de 2021, realizada na segunda-feira (22), no Hotel Fasano, a Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) deu posse a um novo conselho diretor e definiu suas prioridades de atuação e estratégias para os próximos meses. Eleita para um mandato de dois anos, a nova diretoria tem como presidente, conforme decisão majoritária dos 46 associados da entidade, Alex da Riva, do Cristalino Lodge.

O empresário atuará em sinergia com uma equipe composta por vice-presidentes:

  • Mariana Rosa, da Passion Colection, na área comercial
  • Claudia Baumgratz, da Comuna do Ibitipoca, na comunicação
  • Andre Zanonato, da Etnia Casa Hotel, na financeira
  • Michael Nagy, do Fairmont Rio de Janeiro, nas relações institucionais
  • Roberto Klabin, do Refúgio Ecológico Caiman, em sustentabilidade

Simone Scorsato, que desde 2014 faz parte dos diferentes colegiados que dirigiram os rumos da associação, agora integra o conselho permanece no cargo de CEO,

“Vamos intensificar, ampliar e investir na imagem positiva do turismo de luxo no Brasil com base nos pilares da BLTA: autenticidade, diversidade e sustentabilidade. Outra ação importante é a realização de fóruns para os integrantes com o objetivo de disseminar melhores práticas e compartilhar experiências, bem como o fortalecimento da comunicação com os diferentes públicos com quem a BLTA atua”, declara da Riva.

Ainda de acordo com ele, a ideia é focar no fortalecimento da demanda interna, que se ampliou frente às limitações de circulação, geradas pela pandemia. “E estaremos atentos ao momento em que o turismo internacional retome sua força emissora, promovendo ações eficazes junto aos principais mercados, como a Europa e a América do Norte”, completa.

Simone avalia que, frente ao atual período, a BLTA se mostra uma entidade mais madura e com praticamente o dobro de associados. “Juntos, eu e Alex vamos trabalhar na condução da BLTA durante esses dois anos de muito desafio para o turismo brasileiro”, diz.

Alex da Riva ainda complementa que há grandes desafios, mas que perspectivas otimistas chegam junto com o início da vacinação. “Além disso, vamos estar alinhados com as novas tendências do turismo mundial, promovendo as melhores práticas e todos os protocolos de segurança”, pontua.

Deixe uma resposta