Alitalia opera voos de repatriação e mantém serviços diários de carga da China

Alitalia segue com operações de repatriamento de cidadãos italianos em diversas partes do mundo e intensifica voos de carga com máscaras e EPIs da China

Alitalia
Alitalia

O repatriamento de cidadãos italianos continua entre as prioridades da Alitalia, em coordenação com a Unidade de Crise do Ministério das Relações Exteriores da Itália. As próximas operações acontecem amanhã (17) – com a chegada de um voo de Madri (Espanha) para Roma -, no sábado (18) – transporte de funcionários de uma empresa de petróleo de Maputo (Moçambique) para a capital italiana -, no domingo (19) – data para o retorno de italianos que estão na Argélia – e na terça (21) – quando chegará o voo de repatriação vindo de Bangalore (Índia).

Paralelamente, a Alitalia organizou voos de carga adicionais da China para importar milhões de máscaras protetoras e outros suprimentos médicos para a Itália. Devido à forte demanda, a companhia irá operar um voo diário de carga para Xangai até 4 de maio de 2020, alternando Boeings 777 e Airbus 330-200.

Todos os serviços de carga têm parada obrigatória em Novosibirsk (Sibéria) para alternar as tripulações em serviço. A escala tem o objetivo de atender às restrições impostas pelas autoridades chinesas que impõem quarentena aos viajantes que chegam da Itália, incluindo as tripulações de voo.


Deixe uma resposta