Amadeus divulga estudo sobre redução de custo em aeroportos

De acordo com a análise, custos relativo a TI e a eficiência de projetos varia, de acordo com a gestão de recursos

0
Estudo
Estudo falou com mais de duas mil pessoas em seis países na América Latina

Qual é o papel que o digital pode ter para ajudar na redução do custo total de operações e na eficiência dos processos principais em aeroportos?

Para responder essa pergunta, foi realizado o estudo Airport Digital Transformation: From Operational Performance to Strategic Opportunity, que considerou primeiramente o custo relativo de TI e a eficiência de oito principais projetos comerciais de aeroportos. Estes variam de gestão de recursos e reconciliação de bagagens até sistemas de negócios.


LEIA MAIS:
+ Amadeus: crescem reservas de turistas de países com visto eletrônico
+ Lufthansa Group e Amadeus expandem parceria para adição de aéreas
+ Acordo entre Amadeus e Spice Jet visa melhores ofertas para clientes

Seguindo esta linha, aeroportos e outros experts da indústria foram consultados para oferecer insights específicos de como eles esperam que as soluções digitais sejam aplicadas para reduzir custo e melhorar a eficiência desses processos no futuro.

Deve-se destacar:

Processos de alto custo não são necessariamente atendidos pela estratégia digital de aeroportos

Os aeroportos foram rápidos em diferencias despesas absolutamente necessárias de outras. Em caso de voos e gestão de recursos, executivos desses aeroportos viram que esses custos são consistentemente uma parte inevitável do cotidiano das operações. Sendo assim, não são o foco principal de sua estratégia digital. Apps digitais tendem até então a focar no processo de automação e na melhora do fluxo de passageiros e não na redução de custos importantes de TI. Isso é consistente com aeroportos que estão na jornada de Airport 2.0 para Airport 3.0.

Principais ineficiências do Common Use Terminal Equipment (CUTE) e Common Use Passenger Processing Systems (CUPPS)

Aeroportos veem um escopo significativo para reduzir gastos de sistemas e processos de check-in existente. Um desafio comum para muitos é a necessidade de suprir uma variedade de diferentes demandas de uma companhia aérea, levando em consideração instalações e soluções referentes ao check-in. Sendo assim, mesmo que o aeroporto veja valor na transição para plataformas e interfaces de uso comum, na realidade, os benefícios do uso comum não podem ser usados integralmente, uma vez que algumas companhias aéreas não estão prontas para migrar e também por continuarem insistindo em plataformas específicas de companhias aéreas.

Airport Collaborative Decision Making (ACDM) considerada como grande oportunidade para transformação digital

Mesmo que o custo com ACDM não seja o principal custo de TI hoje em dia, a maioria dos aeroportos entrevistados prevê que as despesas com a ACDM aumentem no futuro por conta dos amplos benefícios que uma coordenação aprimorada pode trazer para o ecossistema do aeroporto.

Fluxo de passageiros continua a como área de foco vital para todos os aeroportos

Ainda que o fluxo de passageiros não seja um dos melhores custos nos orçamentos de Tis nos aeroportos, informações com base no feedback dos aeroportos entrevistados, a otimização deste fluxo é essencial por motivos operacionais e comerciais. Além disso, deve ser observado que uma parte importante da otimização do fluxo de passageiros é associada aos custos com os sistemas de segurança. Este custo não está incluso nos dados de fluxo de passageiros, porém possui destaque como importante item de custo em quase todos os aeroportos que fizeram parte do estudo.

O resultado dessa análise de custo-benefício oferece uma indicação de onde as maiores oportunidade para a otimização de processos de negócios de aeroportos conduzidos digitalmente possam estar no futuro.

Em seguida, o próximo passos será estabelecer uma prioridade relativa de uma variedade de tecnologias digitais que possam ajudar aeroportos a alcançar essas oportunidade.

O relatório completo pode ser acessado neste link.


LEIA TAMBÉM:
- Amadeus conclui aquisição da TravelClick avaliada em U$S 1,52 bilhão
- Amadeus compra TravelClick por US$ 1,52 bilhões; confira
- Avianca traz nova tecnologia de distribuição personalizada da Amadeus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here