American Airlines completa 30 anos do hub em Miami

A American Airlines contribui anualmente com US$ 21 bilhões para o sul da Flórida e continua a acrescentar serviços

0
Avião da American Airlines

A American Airlines está comemorando o 30º aniversário do hub no aeroporto de Miami (EUA), neste mês. Em outubro de 1989, a aérea operava 19 voos por dia para seis cidades local. Atualmente, o terminal movimenta 350 operações diárias da empresa para 130 destinos.

Nenhuma outra operadora baseada em Miami oferece tantos voos para a América Latina quanto a American Airlines. No mês passado, a companhia anunciou um aumento nos serviços entre MIA e Santiago (SCL), Lima (LIM) e São Paulo (GRU).

No início deste ano, a companhia acrescentou novos serviços para Córdoba, Argentina (COR) e Santiago de Cuba (SCU), destinos que só podem ser alcançados a partir dos EUA pela companhia americana.


LEIA MAISAmerican Airlines leva crianças para tour por Boeing 777-300American Airlines realiza sonho de duas crianças com viagem para FlóridaAmerican Airlines aponta Alexandre Cavalcanti como diretor de vendas Brasil

Mais de 162 mil empregos indiretos são criados através do apoio a empresas que dá suporte às suas operações em Miami, o que significa que o hub da American Airlines em Miami contribui com mais de US$ 21 bilhões anualmente para a economia do sul da Flórida.

“Tivemos um crescimento sem precedentes em Miami nas últimas três décadas e o nosso compromisso com a comunidade está mais forte do que nunca. Todos nós da American Airlines temos orgulho do nosso título de principal companhia aérea da cidade”, disse Juan Carlos Liscano, VP da American em Miami.

“O hub de Miami impulsiona a economia do sul da Flórida e sua robusta programação é fundamental para o desenvolvimento econômico contínuo da nossa comunidade”, afirmou Carlos Gimenez, prefeito do Condado de Miami-Dade.


Leia Também:
Avianca apresenta Gustavo Esusy como gerente de Vendas no Brasil
Alitalia é uma das companhias mais pontuais da Europa
Efeito low cost: preço médio de bilhetes cai até 23%, diz pesquisa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here