American Airlines suspende voos entre Estados Unidos e Venezuela; veja

A decisão da American Airlines suspende indefinidamente os voos partindo de Miami com destino a Caracas e Maracaibo

0
A American Airlines considerou o corte uma decisão difícil de se tomar
A American Airlines considerou o corte uma decisão difícil de se tomar

A American Airlines suspendeu os voos para a Venezuela. A companhia americana, que operava no país a 30 anos, foi a última das suas concorrentes a cortar as operações venezuelanas, sendo que a United e a Delta já haviam fechado as rotas em 2017.

Assim, a decisão da American suspende indefinidamente os voos partindo de Miami (Flórida) com destino a Caracas e Maracaibo, na Venezuela. Contudo, desde o último dia 15 de março, as rotas já haviam sido interrompidas por “motivos de segurança”.


LEIA MAIS

+ American Airlines investe em influenciadores para impulsionar Rio de Janeiro

+ American Airlines e Hyatt expandem parceria de programas de fidelidade

+ American Airlines visa aumentar voos entre Estados Unidos e Japão

A decisão da companhia agrava ainda mais o isolamento aéreo da Venezuela. Nos últimos cinco anos deixaram de voar para o País a Air Canada, Aeromexico, Alitalia, Lan, Tiara, Gol, Dynamic, Lufthansa, United, Delta, Avianca (Colômbia) e, agora, a American Airlines.

A decisão das companhias aéreas é uma resposta a crise política e social do país que tem agravado cada vez mais nos últimos anos.


Leia Também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here