Anseditur apresenta carta aberta direcionada ao Ministério do Turismo

O documento foi lido por Marcelo Eulálio para os presentes do 2º Fórum Anseditur, que ocorreu entre os dias 20 e 22 de setembro

Anseditur
Marcelo Eulália, Eneas Barros e Angelo Sanches (Dondinho/Setur-PE)

Recife/PE – O Fórum Anseditur, que teve sua segunda edição promovida entre os dias 20 e 22 de setembro, no Teatro do Parque, na capital pernambucana, foi palco de apresentação de carta aberta direcionada ao Ministério do Turismo. O documento, apresentado por Marcelo Eulálio, diretor do Nordeste da Anseditur, é fruto do encontro promovido em Brasília, em junho, e tem como missão manifestar seu compromisso em auxiliar o Ministério do Turismo (MTur).

O profissional leu o documento para os presentes do evento e destacou que a ideia da associação é ajudar o desenvolvimento econômico social dos seus municípios membros, levando mensagens e discutindo programas.

“Os municípios se ressentem da falta de inclusão das propostas voluntárias para o cadastro de projetos no antigo sistema de convênio do governo federal para que possam inscrever projetos de infraestrutura, eventos, empregos, promoção, dentro outros, pois atualmente estão beneficiando apenas os cadastrados por emendas parlamentares”, lê Marcelo durante o evento.

O profissional também reforça que a carta sugere que o MTur possa adaptar as exigências à situação municipal, avaliando uma escala de procedimentos em intervalos por número de habitantes, por receitas recorrentes ou por outro modo que ajude a identificar as limitações do município, finalizando que a Anseditur permanece à disposição.

Anseditur: criação de grupo técnico

Eneas Barros, coordenador especial de Turismo da Semdec, que subiu ao palco junto com Marcelo, falou sobre a missão – e intensão – em criar um grupo de trabalho para promover ações, com logomarca e grupo técnico de planejamento. Para esse grupo, cada secretário indicou um profissional, a fim de atrair linhas de ações.

“A ideia é criar um link com todos os destinos e aqueles que têm curiosidade sobre o município. O grupo sugere grupo de pesquisa por técnico da Anseditur, que contará com capacitação, formado por cursos de métodos e técnicas de pesquisa, estatística aplicada ao Turismo, inventário e elaboração de projetos, que poderão ser ministrados pelos próprios técnicos dos municípios”, detalha Barros.

Angelo Sanches, presidente da Anseditur, comentou que essas ações reforçam a imagem da associação, que pode mostrar às comunidades o que a entidade faz e como age. “Somos congruentes com aquilo que a gente está plantando. Isso vai servir de referência para que todos os municípios entendam a importância da nossa associação”, afirma.

Reconhecimento benemérito

Após a leitura do documento apresentado por Eulálio e o anúncio de criação de grupo técnico por Barros, Angelo Sanches e Cacau de Paula, presidente e vice-presidente da associação, respectivamente, aproveitaram para chamar ao palco Cristiano Rodrigues e Jair Galvão, que já atuaram como presidentes da entidade, a fim de entregar o título de Associados Beneméritos.

Segundo Cacau, essa é uma forma de fazer com que esses profissionais fiquem próximos e continuem auxiliando, com sua expertise, no crescimento da associação. “Eles foram presidentes em outras legislaturas e vão continuar contribuindo. Eles foram essenciais para que a Anseditur seja o que ela é hoje e queremos continuar contando com eles construindo políticas públicas e em contato com destinos”, destaca.

Deixe uma resposta