Aquatica Orlando é o 1º parque aquático com certificação em autismo

0

O Aquatica Orlando (EUA) ficou ainda mais inclusivo. O parque, pertencente ao SeaWorld, treinou seus colaboradores e foi certificado para receber pessoas com autismo, pelo Conselho Internacional de Padrões de Credenciamento e Educação Continuada (IBCCES).

Assim, o Aquatica Orlando é o primeiro parque aquático do mundo com certificado em autismo, conforme as regras do IBCCES. Recentemente, o parque Sesame Place, na Filadélfia, se tornou o primeiro parque temático do mundo a obter o certificado.

Em um trabalho próximo com o IBCCES, a equipe do Aquatica Orlando continuará recebendo treinamento para ajudar visitantes autistas e suas famílias a terem a melhor experiência no parque.

Os visitantes também terão acesso a informações específicas sobre atrações e acomodações do parque, para ajudá-los no planejamento da visita de acordo com as suas necessidades individuais.

Como parque certificado, o Aquatica Orlando deve promover treinamentos contínuos para garantir que a equipe tenha o conhecimento necessário para interagir com todas as famílias e crianças que tenham necessidades especiais.

Portanto, para manter a certificação, o treinamento deve acontecer a cada dois anos.

“Como o primeiro parque aquático a se tornar um Centro de Autismo Certificado, o Aquatica se orgulha em oferecer diversão e experiências memoráveis com um serviço excepcional”, afirmou David Heaton, vice-presidente do Aquatica.

“Nos esforçamos continuamente para criar experiências seguras e significativas para todos os visitantes e somos comprometidos em oferecer atividades inclusivas para crianças com autismo ou outras necessidades especiais”, concluiu o executivo.

Website do Aquatica também inclusivo

Além disso, no website do parque serão incluídas informações para planejamento pré-visita, como um guia sensorial desenvolvido pelo IBCCES.

Assim, esse guia facilitará o planejamento das atividades no parque para os pais, podendo escolher as atrações que melhor acomodem as necessidades especiais de seus filhos.

O guia transmitirá como a criança com problemas de sensibilidade pode ser afetada por cada elemento de cada atração. Além disso, o parque também contará com um quarto silencioso com luzes ajustáveis e poltronas para os visitantes fazerem uma pausa.

“Sabemos que treinamento e certificação são as melhores práticas para as organizações garantirem que podem acomodar todas as famílias”, explicou Myron Pincomb, presidente do conselho do IBCCES.

Leia mais sobre Parques e Museus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here