Aruba promove roadshow em SP e espera retomada no segundo semestre

De acordo com Carlos Barbosa, diretor do escritório de promoção turística de Aruba no Brasil, espera-se um ano típico, onde o segundo semestre registra aquecimento no mercado brasileiro

0
Carlos Barbosa, diretor do escritório de promoção turística de Aruba no Brasil
Carlos Barbosa, diretor do escritório de promoção turística de Aruba no Brasil

Na manhã desta quinta-feira (4), Aruba deu continuidade ao seu roadshow, desta vez, em São Paulo. Após passar em Brasília, o evento visou apresentar os principais atrativos e opções de lazer e de hotelaria que os agentes de viagens podem oferecer aos seus clientes.

De acordo com Carlos Barbosa, diretor da Aruba Tourism no Brasil, os brasileiros estão tendo acesso a preços equiparados de pacotes em Aruba na Europa e no Oriente Médio e, por isso, é importante ter o contínuo trabalho com os agentes de viagens e operadores a se lembrar de todas as opções de entretenimento e descanso proporcionada no destino.


LEIA MAIS:
+ 29ª Conferência Anual de Turismo de Aruba reúne participantes mundiais
+ Mais 100 competidores na 33ª edição do Aruba Hi Winds em julho
+ Aruba oferece descontos especiais em hotéis no mês de junho

“A gente que trazer diferencial, o que você está buscando. Você está buscando diversão e entretenimento? Eu posso te agregar todos esses valores, além de, é claro, todos os valores que são tradicionalmente pertencentes ao Caribe, como areia, sol, mar, festas, gingados. São algumas qualidades que a gente garante que o visitante encontre”, explica o profissional.

O primeiro semestre deste ano foi considerado típico, ainda conforme Barbosa, visto como um impulsor de vendas para o segundo. “A gente está falando de uma medição responsiva de 40% para o primeiro semestre e 60% no segundo. Existe esse equilíbrio entre a chegada de ambos os períodos. Isso está muito atrelado, não só ao desejo de ir à Aruba, mas tenho, por exemplo, de janeiro a abril, uma ocupação altíssima porque é inverno no hemisfério Norte”, aponta.

O encontro reuniu cerca de 57 profissionais na manhã desta quinta-feira (4), no Coco Bambu Anhembi

Para o segundo semestre, a expectativa é voltar a ter os número do ano passado, já que, por conta do cenário político durante 2018, se manteve estável frente ao mesmo período de 2017.

Hoje, os principais mercados nacionais de Aruba são: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Brasília. Já no âmbito internacional, os principais emissores são Estados Unidos, Canadá, Holanda, Colômbia, Argentina e Brasil. “Existe uma oscilação muito grande. A gente não entende bem como vamos medir isso. A Argentina, por exemplo, tomou uma posição no turismo internacional em todos os países até o ano de 2018 na qual ela não fazia parte como consequência da economia local”, observa.

A ação, que contou com parceiros como Barceló Aruba, Divi Resorts e Riu, ainda aproveitou a oportunidade para premiar os presentes com diárias em hotéis. Os meios de hospedagens sorteados foram: Brickell Bay, Hilton Aruba, Renaissance, Barceló Aruba e Divi Resorts.

Outras ações

O profissional brasileiro pode esperar ainda mais novidades preparadas pelo destino. De acordo com Barbosa, será lançada uma nova campanha de incentivo para os executivos da operadora, que deve sair nas próximas semanas.


LEIA MAIS:
+ Aruba comemora Dia da Felicidade com promoções em pacotes
+ Aruba e Airbnb firmam acordo para promover turismo sustentável
+ Aruba e Trend Operadora realizam capacitação em Porto Alegre (RS)

“Mas é bom lembrar que a gente segue com nossa aposta tradicional, ou seja, nossas visitas, reuniões com operadores, encontros, roadshows dentro das atividades deles. A gente trabalha em dois momentos, primeiro o trabalho do operador, que seria um trabalho deles para com a gente e, depois, fazemos um trabalho nosso para com eles”, afirma.

Sobre o destino

Conforme foi apresentado no evento, Aruba, como muitos pensam, proporciona o que o Caribe já oferece por si: areia, sol, mar e descanso. No entanto, os motivos apresentados para vender o destino não para por aí e, por isso, Fernanda Teixeira, executiva de relacionamentos do escritório de promoção turística de Aruba, apresentou as oito razões para vender o destino. Dentre elas:

  • Sol, Areia e Mar, incluindo o fato de deter o título de 3ª praia mais bonita do mundo, segundo o TripAdvisor.
  • Atividades, sejam elas aquáticas, terrestres, pontos turísticos e atividades noturnas, incluindo bares, cassinos e eventos
  • Necessidade de conhecer, principalmente por conta de lugares como Eagle Beach, Palm Beach e Oranjestad.
  • Aruba e suas pessoas, que proporcionam alegria, serviço e turismo. O destino reúne mais de 90 nacionalidades, 400 anos de história e quatro idiomas: inglês, espanhol, papiamento e holandês
  • Gastronomia, com tours específicos
  • Romance, com possibilidade de oferecer festas de casamentos e lua de mel, graças aos programas disponíveis no destino
  • Família, já que há atrativos para todas as idades e, em alguns empreendimentos, crianças de até 12 anos não pagam
  • Eventos de incentivo e Mice, incluindo grupos, que podem receber bonificações conforme a demanda e o período de estada

Atualmente, não há conexões aéreas diretas para o destino. Capitais como São Paulo e Rio de Janeiro contam com operações que atendem o destino, contudo, com conexão em Panamá e Bogotá pelas companhias aéreas Copa Airlines e Avianca Airlines, respectivamente. Esta última, por exemplo, está investindo fortemente no mercado brasileiro, conforme adiantou Luciana Longo, executiva de contas da Avianca Airlines. “Contaremos com um novo escritório em São Paulo em breve”, contou a profissional.


LEIA TAMBÉM: 
– Argentina destaca novidades e oferece desconto em aéreo
– Ricardo Fazzini anuncia saída da pasta de Desenvolvimento Econômico e do Turismo de Ilhabela
– Atol privado no Tahiti permite realizar o sonho de hospedagem em ilha particular

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here