Associação roteiros de Charme recomenda sanitização com produtos ecológicos

roteiros de charme
Helenio Waddington, presidente da Roteiros de Charme

Na última terça-feira (23), a Roteiros de Charme anunciou um guia de orientação para subsidiar seus associados na elaboração de um plano de contingência para a reabertura dos hotéis após a pandemia. Alinhado às mais recentes recomendações de órgãos reguladores e administração pública, o documento sugere, ainda, a contratação de empresas de sanitização que utilizem insumos ecológicos e sejam certificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) .

Nesse sentido, a entidade firmou parceria com a empresa Terpenoil, produtora de uma linha de sanitizantes feitos a partir de matérias-primas naturais de fontes renováveis, com poder de limpeza elevado e mínimos impactos ambientais. Laudo específico da Unicamp atesta a eficácia do desinfetante, que tem a devida aprovação da Anvisa, contra o novo coronavírus. “Tratam-se de produtos de última geração, produzidos no conceito de economia verde ou economia circular, em sintonia com o que o mundo espera para a economia na era pós-pandemia”, comenta Helenio Waddington, presidente da associação.

O guia recomenda, ainda, que os hotéis envolvam seus hóspedes neste movimento, fazendo parte da corrente de cuidados implementados, incentivando o distanciamento, higiene frequente das mãos e etiqueta respiratória, além de informar as medidas e protocolos utilizados na cidade. Kit de boas-vindas com máscaras e álcool em gel 70% também estão entre as recomendações. “Preparamos este guia atentos à diversidade das regulamentações existentes e à realidade econômica, social e cultural  deste país mega diverso”, completa Waddington.

Luiz Franca, diretor de Meio Ambiente da Roteiros de Charme, lembra que a sustentabilidade – conceito que integra os ideais da associação desde sua fundação – ganha uma nova dimensão prioritária. “A sustentabilidade sanitária requer ações mais eficazes na contenção da mudança climática e destruição da biodiversidade. Pesquisadores têm investigado como os desequilíbrios dos sistemas naturais têm provocado o aparecimento de novas doenças através da maior interação de animais silvestres com rebanhos de animais domesticados e o próprio homem”, avalia.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui