Atlantica deve converter 14 hotéis até o fim do ano; confira

Ainda neste mês, a Atlantica já tem programada a conversão de um empreendimento de 85 apartamentos no interior de Minas Gerais

0
Ricardo Bluvol, vice-presidente de Desenvolvimento da Atlantica, crê que os resultados apresentados pela rede tem feito os gestores de hotéis a procurar a empresa (Foto - Divulgação)
Ricardo Bluvol, vice-presidente de Desenvolvimento da Atlantica, crê que os resultados apresentados pela rede tem feito os gestores de hotéis a procurar a empresa (Foto - Divulgação)

A Atlantica Hotels está apostando na conversão de propriedades. A rede estima converter 14 empreendimentos até o final deste ano, desdes ao menos sete já fazem parte do portfólio da empresa, acrescendo 900 quartos à oferta.

Ainda neste mês, a Atlantica já tem programada a conversão de um empreendimento de 85 apartamentos no interior de Minas Gerais, e há ainda outras sete unidades em final de negociação em diversas regiões do País.

“64% da oferta hoteleira no Brasil ainda é independente, mas temos percebido que conversões de bandeiras têm crescido muito no País nos últimos anos como uma alternativa para os hotéis aumentarem a rentabilidade e terem maior penetração de mercado”, afirmou Ricardo Bluvol, VP de Desenvolvimento da Atlantica.

Assim, o departamento de Desenvolvimento da Atlantica tem focado em conversões em cidades primárias e secundárias, sem se ater a categorias de hotéis.


LEIA MAIS

+ Atlantica assume gestão de hotel em Sorocaba (SP)
+ Atlantica e Vert darão descontos exclusivos a agentes de viagens
+ Atlantica irá converter mais um hotel em São Paulo neste sábado (1º)

Apenas no ano passado, a Atlantica converteu o Radisson Paulista, Radisson Barra Rio de Janeiro, Hilton Garden Inn Goiânia, Quality Hotel & Suites São Salvador, Quality Paulista São Paulo, Bugan Hotel Recife e o Costa Mar Recife Hotel.

Ricardo Bluvol afirmou ainda que a região Sudeste continua sendo a mais aquecida, mas que a troca de bandeira tem aumentado no Centro-Oeste e Nordeste, com atenção para Goiânia, Recife e Salvador.

“Dividimos nossa equipe por estado para que cada um entenda a necessidade do hotel dentro da cesta competitiva local e, portanto, possa ser mais propositivo nas negociações e no planejamento estratégico”, declarou Bluvol.


Leia Também:

Link Hotel & Hub é inaugurado em Tel Aviv, em Israel; conheça
Cana Brava Resort atinge 91% de satisfação no segundo trimestre
Paradisus aposta no mercado do Brasil e terá ações para cada segmento

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here