Atlantica Hotels estima funcionamento de 90% dos hotéis em julho

A rede vem apostando em novos protocolos de segurança sanitária e garantindo, por meio do selo AS&CP, a adoção de medidas para a contenção da covid-19

Eduardo Giestas, presidente da Atlantica Hotels

A Atlantica Hotels vem ampliando seu protocolo de saúde e higiene e lançou o Manual de Diretrizes operacionais e o selo Atlantica Safe & Clean Protocol (AS&CP). A ideia é garantir a segurança de hóspedes e colaboradores, visando o pleno funcionamento dos 83 empreendimentos ainda abertos e o momento de retomada das atividades do restante da rede. A expectativa é conta com 90% das unidades em funcionamento no próximo mês.

“Em no máximo dois meses, devemos viver a reabertura da economia no Brasil, com a retomada da Hotelaria, que será caracterizada por um retorno lento da demanda, principalmente devido ao receio e ao medo em decorrência da falta de vacina ou de qualquer outro tratamento efetivo de combate à Covid-19”, afirma Guilherme Martini, vice-presidente de Operações da Atlantica Hotels.

O manual prevê ações nos pilares:

  • Reservas
  • Recepção
  • Governança
  • Manutenção
  • A&B
  • Áreas comuns
  • Segurança
  • Comunicação
  • Pessoas
  • Serviços
  • Hóspedes, e outras áreas

Foram levados em consideração todos os materiais e diretrizes de parceiros internacionais para a criação deste novo protocolo. Além disso, foi aprovado pelo Grupo de Crise covid-19 do Instituto do Coração (Incor). “Uma das maiores preocupações, além da eficácia científica das medidas, foi a de buscarmos um protocolo financeiramente viável para os hotéis, de forma a não ser necessário o repasse dos custos relacionados às tarifas”, complementa Martini.

A rede firmou uma parceria com o Bureau Veritas, que auditará as inspeções rotineiras nas unidades da rede sobre os principais pontos de segurança. “Nos mantemos em alerta para erradicarmos qualquer possibilidade de contágio daqui pra frente”, declara Mark Campbell, diretor sênior de Operações.

O selo AS&CP cobrirá todas as dependências do hotel, incluindo quartos e restaurante, otimizando protocolo de higiene, desinfecção de instalações e de outros processos. “Agora, tornamos nossos protocolos ainda mais rigorosos, passando a ser balizados por auditores externos para garantir a mitigação total de riscos de propagação da doença, ampliando a segurança dos nossos clientes e colaboradores, à medida que os hotéis reabrem”, afirma Martini.

Conheça as ações da rede neste link.


Deixe uma resposta