Atlantis, Paradise Island e Brookfield doam US$ 3 milhões para Bahamas

O aporte doado pelas empresas visa dar toda a assistência para os moradores da região e para auxiliar nos estragos causados pelo furacão Dorian

0

Frente a destruição causada pelo furacão Dorian, o Atlantis, Paradise Island e a Brookfield Asset Management anunciaram, na semana passada, um aporte de US$ 3 milhões como um apoio à força-tarefa de solucionar os impactos. Essa medida, juntamente com os esforços de base que começaram antes e imediatamente após a tempestade, beneficiará tanto os fundos para esses fins quanto as organizações que batalham para oferecer ajuda aos bahamenses.

“Todos do Atlantis se encontram profundamente entristecidos com a devastação das nossas ilhas irmãs – Ábaco e Grand Bahamas. Somos gratos pelo fato do furação Dorian não ter impactado diretamente Nassau e Paradise Island e estamos a postos para dar assistência aos nossos parceiros das Bahamas”, afirma Audrey Oswell, presidente e diretora administrativa do Atlantis, Paradise Island.


LEIA MAIS:American Airlines envia ajuda para vítimas de furacão em NassauBahamas mantém 95% das operações normais após furacão DorianNorwegian Cruise socorre vítimas do furacão Dorian nas Bahamas

Atlantis e Brookfield se comprometem, em conjunto, com um mínimo de US$ 3 milhões para ações de promoção de assistência. Essa atividades, que visam oferecer ajuda, começaram antes mesmo da tempestade, contando ainda com uma parceria com o chef José Andrés e o time do seu World Central Kitchen, que forneceram refeições nas cozinhas do Atlantis. Tais esforços seguirão em atividade enquanto houver necessidade.

Pontos para doações foram estabelecidos em Brookfield Place, em Nova York, e nos escritórios do Atlantis, em Plantation, nos Estados Unidos, a fim de coletar a maior quantidade de suprimentos a serem enviados às organizações encarregadas de prestar assistência. O Atlantis assumiu a coordenação do envio de suprimentos médicos, oferecidos pela Baptist Health. Além disso, o Atlantis criou o site Go Fund Me, que recebe doações que são direcionadas à Cruz Vermelha das Bahamas. A meta é chegar a US$ 1 milhão.

Já a Brookfield está criando um fundo para doações que vai contar com contribuições feitas por seus colaboradores em todo o mundo. Esse levantamento beneficiará o World Central Kitchen. Seguindo a mesma linha, o Atlantis implementou um fundo de assistência para seus funcionários. Desse modo, a rede poderá dar suporte às ações de socorro e às despesas com realocação para os familiares de seus colaboradores.

O Atlantis continua a trabalhar com seus fornecedores e parceiros a fim de obter assistências. Detalhes sobre essas parcerias serão anunciadas em breve, ao longo das próximas semanas.


Leia também:
– Palm Beaches retoma atividades após passagem do furacão Dorian
– Porto Rico estreia no IPW após furacão e nova marca; confira
Caribe mantém índices da hotelaria em 2018 apesar do furacão Irma

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here