Austrália investe 1,24 bilhão de euro no turismo após queimadas

Medida visa diminuir os impactos negativos que os incêndios trouxeram para o setor

0
Austrália
Incêndio na Austrália atingiu mais de 10 milhões de hectares. Foto: Reuters/Divulgação

Nesta sexta-feira (17), Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália anunciou investimento de 1,24 bilhão de euro no turismo do país. A ação é parte do processo de recuperação do setor após a onda de incêndios que acomete o país.

Segundo o relatório do Conselho australiano de Exportações e Turismo divulgado nesta sexta-feira, o número de hospedagens caiu entre 10% e 20% desde o início dos incêndios, o que impacta na perda de cerca de 2,7 bilhões de euros.

“Os visitantes internacionais estão cancelando [suas reservas] devido a preocupações com a qualidade do ar, segurança e impacto dos incêndios”, explica Peter Shelley, diretor-geral do conselho.

Morrison afirma que na próxima semana entrará em detalhes quanto as ações que serão implantadas para, segundo ele, dar “um grande impulso” na indústria turística australiana. O maior número de cancelamento nas reservas vem de turistas dos Estados Unidos, Europa e Reino Unido.

“O Governo e a indústria do turismo têm de passar urgentemente a mensagem de que muitos destinos turísticos imperdíveis não foram afetados pelos incêndios”, defendeu Peter Shelley.

As cidades Sydney e Melbourne estão há algumas semanas envoltas em uma nevoa de fumaça tóxica. Os incêndios já atingiram uma área maior do que Portugal e provocaram a morte de 28 pessoas, além de milhões de animais.

O governo australiano tem sido criticado por sua gestão e incredulidade quanto as mudanças climáticas. Fator cientificamente comprovado e influente no surgimento de incêndios, mas ressalta necessidade e divulgação turística das áreas não afetadas pelo incêndio.


Leia mais:
Emirates doa 10% de suas vendas para vítimas do incêndio na Austrália
Boeing doa 1 milhão de dólares australianos em prol da luta às queimadas
+NCL destina 250 mil dólares australianos para ajudar vítimas de incêndios


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here