Aviação: Demanda doméstica avança 6,7% em novembro

Por: Rafael Lima

A demanda por transporte aéreo doméstico (medida em RPK1) no mês de novembro, consolidada a partir dos resultados das companhias integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) – Avianca, Azul, TAM e GOL – registrou alta de 6,7% sobre o mesmo mês do ano passado. O índice é um pouco melhor do que aquele que havia sido apurado em outubro, de 6,4%. As demais estatísticas igualmente mostraram avanços.

 

A oferta chegou ao terceiro mês de expansão por parte das companhias aéreas, já vislumbrando o momento de aquecimento do setor com os embarques de final de ano e início da temporada de férias de verão. O número, medido em ASK2, foi 4,2% superior ao de novembro de 2013.

 

Mais uma vez, com a demanda crescendo a uma velocidade superior à da oferta, houve benefício ao aumento da eficiência operacional, resultado desejado pelo setor em cenário adverso que perdura desde o final de 2011, agora agravado por nova alta do dólar. O fator de aproveitamento3 ficou em 81,31%, com aprimoramento de 1,9 ponto percentual sobre o mesmo mês do ano passado. A melhora do indicador foi registrada em todos os meses desse ano até agora.

 

Foram 6,9 milhões de passageiros transportados pelas associadas ABEAR em voos domésticos em novembro, 4,2% acima do desempenho de 2013.

 

No segmento doméstico, o mercado ficou dividido da seguinte forma: TAM – 38,78% de market share4; GOL – 36,38%; Azul – 16,50%; Avianca – 8,33%.

 

Acumulado 2014 – Nos 11 meses desse ano o setor aéreo doméstico registra uma ligeira ampliação da oferta em relação ao mesmo período de 2013: 0,4%. Já a demanda tem uma expansão de 5,6%. O fator de aproveitamento consolidado é de 79,78%, com elevação de 3,92 pontos percentuais.

 

Totais móveis – A avaliação de 12 intervalos dos totais móveis (séries consolidadas de resultados de 12 meses, registradas mês a mês) projeta nesse momento uma taxa anualizada de demanda em alta de 5,8% (praticamente estável em relação à última análise), para uma oferta com pequeno crescimento de 0,9% (pequena melhoria).

 

Internacional – No segmento internacional a demanda também apresentou pequena aceleração em relação ao último mês, crescendo 4,6% sobre novembro de 2013. A oferta foi igualmente ampliada para atender à sazonalidade do setor, avançando 3,4%. O fator de aproveitamento nos voos internacionais foi de 80,63%, 0,9 ponto percentual sobre o ano anterior.

 

A TAM obteve a maior parcela de mercado nas operações internacionais, com 84,02% de participação. Foi seguida pela GOL, com 15,89%. A Avianca respondeu por 0,09% do mercado. As associadas Abear embarcaram 406 mil passageiros em voos internacionais no mês, alta de 7,7% sobre 2013.

 

RL

Deixe uma resposta