Avianca Brasil deixa Star Alliance a partir de setembro

O desligamento da Avianca Brasil em após o desenrolar da recuperação judicial, iniciada no fim do ano passado
Avianca Holdings
(Foto: Divulgação)

O fim da Avianca Brasil ganhou um novo fato nesta segunda-feira (19). A Star Alliance comunicou o desligamento da companhia do grupo a partir de 1º de setembro, reduzindo para 27 o número de aéreas associadas.

O desligamento da companhia, comercialmente chamada de Ocean Air Linhas Aéreas, vem após o desenrolar da recuperação judicial, iniciada no fim do ano passado, que resultou no fim de todas as operações da empresa e de um briga judicial pelos horários de voos (slots) deixados.


O CASO AVIANCA
+ Avianca Brasil: O pacto sinistro - ARTIGO
+ Anac suspende todos as operações da Avianca Brasil e cancela voos
+ Avianca Brasil devolverá 18 aviões e cancelará mil voos nesta semana
+ Aeroporto de Guarulhos só autoriza voos da Avianca mediante pagamento à vista
+ Gol e Latam adquirem ativos da Avianca; Azul não participa
+ Anac suspende todos as operações da Avianca Brasil e cancela voos
+ Anac divide slots de Congonhas entre Azul, Map e Passaredo

“Tendo se unido a Star Alliance em 2015, a Avianca Brasil fez importantes contribuições para os consumidores no mercado brasileiro e lamentamos esse desenrolar desagradável”, apontou Jeffrey Goh, CEO da Star Alliance.

“Queremos ressaltar que a saída da Avianca Brasil não afeta a associação da Avianca Holdings, com base em Bogotá, na Colômbia, que continua a ser um grande contribuidor da aliança na América do Sul”, concluiu o executivo.


Leia Também:
Hawaiian Airlines ligará Havaí a Las Vegas em voo direto em dezembro
Gol é transportadora oficial do 47º Festival de Cinema de Gramado
Delta Air Lines lança plataforma de comunicação operacional para clientes

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui