Avianca Brasil deixa Star Alliance a partir de setembro

O desligamento da Avianca Brasil em após o desenrolar da recuperação judicial, iniciada no fim do ano passado
Avianca Holdings
(Foto: Divulgação)

O fim da Avianca Brasil ganhou um novo fato nesta segunda-feira (19). A Star Alliance comunicou o desligamento da companhia do grupo a partir de 1º de setembro, reduzindo para 27 o número de aéreas associadas.

O desligamento da companhia, comercialmente chamada de Ocean Air Linhas Aéreas, vem após o desenrolar da recuperação judicial, iniciada no fim do ano passado, que resultou no fim de todas as operações da empresa e de um briga judicial pelos horários de voos (slots) deixados.


O CASO AVIANCA
+ Avianca Brasil: O pacto sinistro - ARTIGO
+ Anac suspende todos as operações da Avianca Brasil e cancela voos
+ Avianca Brasil devolverá 18 aviões e cancelará mil voos nesta semana
+ Aeroporto de Guarulhos só autoriza voos da Avianca mediante pagamento à vista
+ Gol e Latam adquirem ativos da Avianca; Azul não participa
+ Anac suspende todos as operações da Avianca Brasil e cancela voos
+ Anac divide slots de Congonhas entre Azul, Map e Passaredo

“Tendo se unido a Star Alliance em 2015, a Avianca Brasil fez importantes contribuições para os consumidores no mercado brasileiro e lamentamos esse desenrolar desagradável”, apontou Jeffrey Goh, CEO da Star Alliance.

“Queremos ressaltar que a saída da Avianca Brasil não afeta a associação da Avianca Holdings, com base em Bogotá, na Colômbia, que continua a ser um grande contribuidor da aliança na América do Sul”, concluiu o executivo.


Leia Também:
Hawaiian Airlines ligará Havaí a Las Vegas em voo direto em dezembro
Gol é transportadora oficial do 47º Festival de Cinema de Gramado
Delta Air Lines lança plataforma de comunicação operacional para clientes

Deixe uma resposta