Avianca é a primeira latino-americana a utilizar sistema Rops da Airbus

Por: Priscila Ferraz

A Avianca, uma operadora 100% Airbus, equipará 21 de suas aeronaves da Família A320 com o Runway Overrun Prevention System (Rops) da Airbus. Esta tecnologia a bordo da cabine de comando aumenta a conscientização situacional dos pilotos durante a aterrissagem, reduz a exposição ao risco de excursão de pista e, se necessário, oferece proteção ativa. A Avianca, que se fundiu com a TACA em 2010, foi rebatizada como Avianca no ano passado. O grupo, sediado na Colômbia, também é formado por Tampa Cargo e Aerogal.

 

Excursões de pista são a causa número um de acidentes na aviação comercial no mundo. O sistema Rops, patenteado pela Airbus, calcula as distâncias mínimas de aterrissagem no voo e parada em terra e as compara com as distâncias de aterrissagem disponíveis em tempo real. O sistema combina dados sobre meteorologia, condição da pista e topografia, além de peso e configuração da aeronave. Dependendo da análise resultante, o Rops pode acionar chamadas e alertas imediatos para os pilotos, auxiliando a tripulação no processo de tomada de decisão para arremetidas e/ou na aplicação de frenagem em meio à aterrissagem.

 

Em novembro, a Airbus obteve a certificação da Federal Aviation Administration (Faa) para o Rops para a Família A320. A European Aviation Safety Agency (Easa) certificou o Rops na Família A320ceo (opção de motor atual) em agosto.

 

“A incorporação do Runway Overrun Prevention System em 21 aeronaves da frota de Airbus da Avianca dará aos pilotos as informações de que precisam para tomar as melhores decisões para uma aterrissagem segura no menor tempo possível. Como uma empresa, isso nos permite continuar na vanguarda da tecnologia para segurança”, observou o presidente da Avianca, Fabio Villegas.

 

“A Airbus aplaude a Avianca por ser pioneira no setor na América Latina. Ela será a primeira na região a implementar a mais recente tecnologia de cabine de comando para aumentar a conscientização situacional de seus pilotos e reduzir a exposição ao risco de excursão de pista”, afirmou o vice-presidente sênior e chief product safety officer da Airbus, Yannick Malinge. “Estamos confiantes de que autoridades e clientes rapidamente possam medir as grandes vantagens que o Rops traz para a aviação comercial, ao oferecer uma solução de projeto para abordar o risco de saída da pista”, completou o executivo.

 

A Avianca baseou os programas de modernização e expansão de sua frota em aviões Airbus. No começo de 2012, a companhia aérea encomendou 51 aeronaves da Família A320, incluindo 33 A320neo ecologicamente eficientes. Em dezembro do mesmo ano, a Avianca Cargo, antigamente conhecida como Tampa Cargo, tornou-se a primeira operadora do cargueiro A330-200 na região, com a primeira de quatro entregas. A Avianca já encomendou 190 aeronaves, opera mais de 100 aviões Airbus e tem uma carteira de pedidos de mais de 60 encomendados.

 

O Rops foi aprovado pela primeira vez pela Easa no A380, em 2009, certificado para a Família A320 em 2013 e, atualmente, está em serviço ou foi encomendado na maior parte da frota mundial do A380. Além disso, a Airbus está trabalhando para disponibilizar o Rops comercialmente para aviões de outros fabricantes. Outro benefício do sistema vai além da segurança – as companhias aéreas economizam dinheiro ao reduzir seus prêmios de seguro para todas as aeronaves com o sistema.

 

Em novembro, houve o anúncio de que a equipe da Airbus responsável pelo projeto e implementação do Rops foi nomeada finalista do Aviation Week Laureate Award, e o vencedor será revelado ainda neste mês.

 

 

PF

Deixe uma resposta