Avianca é o nome que vai ficar

Por: Antonio Euryco

Está praticamente finalizado o procedimento de incorporação nominal para o nome Avianca dentro do grupo liderado pela empresa com sede em Bogotá, a Taca (que foi adquirida no ano passado) e a Aerogal. A marca daqui para a frente será Avianca, fixando-se em uma só identidade para o grupo aéreo, como adiantou  o comando executivo da companhia.

 

O anuncio deverá ser feito na próxima semana. Aqui no Brasil, na quarta, em coletiva programada para o Café Journal, haverá o comunicado  já será anunciada a unificação das operações e comercialização internacionais das companhias, com os benefícios programados que a medida trará para os passageiros.

 

O presidente da Avianca Brasil, José Efromovich, e o novo diretor da área internacional, Ian Gillespie,  falarão sobre a nova estrutura  que contará com uma equipe totalmente  voltada ao mercado internacional. A nova equipe irá trabalhar sob a supervisão direta do Vice-Presidente Comercial e de Marketing da Avianca, Tarcísio Gargioni.

 

“Será um importante ganho para nossos clientes, os agentes de viagem e nossa empresa, pois o mercado terá maior apoio e maior presença, com uma equipe unificada para atender as necessidades dos voos internacionais”, afirma Efromovich que também deverá se pronunciar sobre duas questões que continuam  consistentes no mercado.

 

A possibilidade de ingresso efetivo da Avianca Brasil na Star Alliance voltou a entrar em cena para que isto ocorra no ano que vem. E também sobre o posicionamento do grupo Sinergy quanto à privatização da TAP que vai suceder à da ANA – empresa que cuida dos aeroportos em Portugal – e que teve  aprovado ontem (29), o seu processo de venda.  O grupo brasileiro CCR é um dos candidatos interessados.  Os aeroportos de Lisboa, da Cidade do Porto, Ilha dos Açores e o Algarve estarão na relação.

 

AE

 

     

 

Deixe uma resposta