Avianca Holdings repatria 710 brasileiros e colombianos em junho

De acordo com Nissim Jabiles, diretor geral da Avianca Holdings no Brasil, a companhia está pronta para retomar suas operações comerciais gradualmente

Avianca Holdings
Nissim Jabiles, diretor geral da Avianca no Brasil, Equador e Peru (Foto: Felipe Lima)

A Avianca Holdings vem trabalhando em conjunto com os diferentes governos, embaixadas e consulados para realizar operações de repatriação em vários países. Em junho, por exemplo, a companhia realizou dois voos entre Bogotá e São Paulo, nos quais 500 colombianos e 210 brasileiros voltaram para casa. Nesses voos, os protocolos de biossegurança da Biocare foram implementados antes, durante e após o voo, a fim de evitar o risco de contágio da covid-19.

“Na Avianca, estamos prontos para retomar nossas operações comerciais gradualmente, uma vez que os governos dos diferentes países da região levantem as restrições atuais. Em breve anunciaremos nossa rede internacional, as frequências e conexões de e para o Brasil, via Bogotá. Nos preparamos para reconectar empresas, negócios, países e famílias dentro da estrutura dessa nova normalidade” disse Nissim Jabiles, diretor geral da Avianca no Brasil.

Até o momento, a companhia operou mais de cem voos de repatriação, que permitiram o retorno de mais de 7,5 mil pessoas. “Nosso compromisso é continuar trabalhando de maneira articulada com autoridades, embaixadas e consulados, para que as pessoas que precisam retornar aos seus países possam fazê-lo, sempre contando com o calor de nosso serviço”, afirmou Alejandra Cardona, Diretora de Sustentabilidade e Relacionamento da Avianca Holdings.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui