Em recuperação judicial, Avianca garante voos normalizados

2
A ociosidade dos slots deixados pela Avianca Brasil em Congonhas fez com que a Anac tomasse a decisão de distribuir temporariamente os horários
A ociosidade dos slots deixados pela Avianca Brasil em Congonhas fez com que a Anac tomasse a decisão de distribuir temporariamente os horários

A Avianca Brasil confirmou ontem (11) o pedido de recuperação judicial. Segundo o documento encaminhado à 1ª Vara Empresarial de São Paulo, o acordo visa evitar a devolução das aeronaves. O documento menciona que, com a reintegração de posse, haveria a possibilidade de afetar 77 mil passageiros entre os dias 10 e 31 de dezembro.

Leia a comunicado oficial da Avianca:

A Avianca Brasil comunica que, devido à resistência de arrendadores de suas aeronaves a um acordo amigável, entrou com um pedido de recuperação judicial para proteger os seus clientes e passageiros. Como primeira decisão da Justiça, teve seus pedidos garantidos, como a liberação de sua frota para o cumprimento de todos os voos programados, nos aeroportos onde opera.

A companhia reforça que suas operações não serão afetadas. Os passageiros podem ter absoluta tranquilidade em fazer suas reservas e adquirir seus bilhetes, pois todas as vendas serão honradas e os voos mantidos.

A Avianca Brasil continuará atendendo todos clientes, voando para todos os destinos com a qualidade e excelência pela qual é conhecida.

A íntegra do documento com a decisão final da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo pode ser lido aqui.

Leia mais sobre aviação.

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here