Aviesp apresenta atualização em seu estatuto durante Convenção

Ivan Rodrigues (Interglobe Viagens e Turismo) votando a atualização do estatuto da Aviesp

Por Felipe Abílio

O segundo dia de palestras da Convenção Aviesp (Associação das Agências de Viagens Independentes do Estado de São Paulo) começou com a apresentação das alterações consolidadas no estatuto da Aviesp. Entre as mudanças apresentadas pelo vice-presidente da entidade, Marcos Lucas, para a atualização das regras estão a redução do número de integrantes do Conselho Deliberativo para 12 titulares e 02 suplentes e do Conselho Fiscal para 01 suplente, eleições por meio eletrônico, e a criação da eleição eletrônica, a ser regulamentada por edital, seguindo normas vigentes e padrão existentes. As mudanças serão votadas durante a convenção pelos agentes de viagens.

CONSELHO DELIBERATIVO AVIESP: Alterações consolidadas:

Retirada do termo “independentes” e toda expressão correlata do estatuto.

Art. 1º. – Área de atuação/abrangência – Estado de SP e Estados limítrofes.

  • 2º – Sede em qualquer cidade do Estado de SP.

Art. 4º. – Fim do sócio honorário.

Art. 7º. – Apenas sócio fundador e titular têm direitos políticos.

Art. 9º e 27º  – Criação do Conselho de ex-presidentes (formado por Executiva e Conselho Deliberativo).

Art. 11º. – Nova atribuição da Assembleia Geral – aprovar parecer do Conselho Fiscal.

Art. 12º. – Convocação de atos por meio eletrônico.

Art. 13. – Assembleia ordinária uma vez ao ano em qualquer data e eleição no último semestre da gestão = relação com novo calendário fiscal – art. 39.

Art. 18 – Altera nomenclatura da Diretoria Executiva para Presidente Executivo, um Vice-Presidente Executivo, um Vice-Presidente Administrativo e um Vice-Presidente Financeiro.

Art. 26 – Parágrafo único – manifestação a distância e ou eletrônica do Conselho Fiscal.

Art. 30 – Inclusão dos resultados dos eventos da Aviesp no conceito de renda.

Art. 32 – Eleições por meio eletrônico.

– Redução do número de integrantes do Conselho Deliberativo para 12 titulares e 02 suplentes e do Conselho Fiscal para 01 suplente.

Art. 33 – Cria a possibilidade de eleição por aclamação, vinculando à existência de uma única chapa concorrente.

Art. 34 – Cria a eleição eletrônica, a ser regulamentada por edital, seguindo normas vigentes e padrão existentes.

At. 36 e 40 – Alteram mandato da Diretoria Executiva e Conselhos para início em 01 de Julho, por três anos, prorrogando mandato atual até 30/06/2019.

Art. 42 – Regulamenta capacidade eleitoral

Art. 43 – Possibilita associação com outras Entidades do trade, fixando requisitos.

Viagem a convite da Aviesp, com seguro-viagem Affinity

Deixe uma resposta