Azul Cargo cresce 36% em receita no primeiro trimestre de 2020

Companhia realizou voos extras para atender a demanda de cargas promovida pela pandemia do Covid-19 (coronavírus)

Azul
Foto: reprodução

Nesta terça-feira (14), a Azul Cargo anunciou crescimento de 36% em renda durante o primeiro trimestre do ano. Durante a pandemia causada pelo Covid-19 (coronavírus) o volume de cargas transportadas cresceu 26%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

“Estamos com o nosso time reforçado para atender esse crescimento da demanda. Além da nossa capacidade de oferta natural, com nossos aviões cargueiros e a utilização dos porões das aeronaves, também estamos trabalhando muito para transformar alguns de nossos ativos para o transporte exclusivo de cargas”, afirma Izabel Reis, diretora da Azul Cargo Express.

Além das duas aeronaves cargueiras Boeing 737 400-F e da utilização dos porões, ou barrigas, dos aviões de passageiros, a Azul Cargo ampliou a capacidade de oferta com a adaptação de parte da frota de aviões para o transporte exclusivo de cargas.

“Sabemos da importância do nosso negócio para a economia e para a saúde, por isso continuaremos disponibilizando a eficiência da nossa entrega e a capilaridade da nossa rede para atender todos os pedidos, mesmo em meio ao momento difícil pelo qual o país passa”, pontua.

Jatos da Embraer os Airbus A320neo também estão sendo adaptados para atender a demanda ao lado das cinco ATR 72-600 utilizadas. No mês de março, a Azul Cargo realizou 12 voos extras para atender a demanda adicional de cargas.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui