Azul comemora aniversário de 13 anos com retomadas de voos

Nesta quarta-feira (15), a companhia aérea Azul comemorou seu 13º aniversário, relembrando muitas das rotas já retomadas ao longo deste ano nos mercados doméstico e internacional

Azul

A Azul está completando 13 anos de existência nesta quarta-feira (15), celebrando a marca histórica de 130 destinos atendidos, com 15 deles inaugurados neste ano: Comandatuba, Canela, Vacaria, Erechim, Alegrete, Santa Rosa, São Borja, Santa Cruz do Sul, Bagé, Patos, São Gabriel da Cachoeira, Parintins, Guanambi, Paragominas e Tucuruí.

Se preparando para a alta temporada de verão, a Azul pretende aumentar em 30% o número de suas rotas incrementadas, partindo de diversas cidades do Brasil para alguns dos destinos mais procurados no período como as praias do Nordeste ou a Serra Gaúcha.

“É graças ao avanço da vacinação e ao desejo das pessoas em voltar a voar que aumentamos nossa operação, superando números de antes da pandemia e concluindo este ano com 15 novas bases atendidas. Essa ampla malha comprova o nosso objetivo de estar presentes em todos os cantos do Brasil nesses últimos 13 anos e vamos continuar essa expansão para ainda mais cidades brasileiras”, ressalta John Rodgerson, presidente da Azul.

Retomada das rotas internacionais

Para finalizar a série de conquistas, a Azul também comemora a retomada de algumas das suas rotas internacionais, gradualmente incrementando a quantia de frequências diárias atendidas pela companhia em países nos quais já operava antes, como Estados Unidos, Portugal e Uruguai. Ao todo, são cinco destinos para fora do Brasil.

Desde o início do mês, os voos para Fort Laudardale, na Flórida, já são operados diariamente a partir do aeroporto de Viracopos (Campinas). No primeiro dia de dezembro, foram retomadas as operações para Orlando, pelo mesmo aeroporto, com seis operações semanais.

Além dos Estados Unidos, os voos para Lisboa, em Portugal, e Montevidéu, no Uruguai, já foram retomados. Em 20 de novembro, a rota sazonal para Punta del Este, no Uruguai, também voltou a ser regularmente operada pela empresa.

Deixe uma resposta