Azul cria rota em Cuiabá (MT) em parceria com a Centro-Oeste Airports

Em 02 de agosto, a rota Cuiabá-Sinop da Azul passa a contar com uma frequência no chamado pernoite, ampliando as opções para os viajantes

ilhéus Azul

A partir do segundo semestre, a Azul em parceria com a Centro-Oeste Airports (COA) concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, criará uma ligação entre a capital de Mato Grosso e Curitiba, além de aumentar as frequências diárias de voos de Cuiabá para Sinop, Campo Grande e Porto Velho. Todos os voos serão operados com as aeronaves brasileiras da Embraer, para 118 Clientes.

“Com a expectativa que temos com o avanço da vacinação no País e a recuperação da economia, estamos reforçando nossa operação doméstica para o segundo semestre. O incremento de nossa atuação em Cuiabá está em linha com nossos planos para a região e acontece em meio a um momento de parceria que temos com a COA, que administra o terminal na capital do estado. Estamos muito satisfeitos em ter o apoio da administradora no propósito de oferecer aos Clientes de Cuiabá e região ainda mais opções de voos e destinos”, destaca Beatriz Barbi, gerente de planejamento de malha da Azul.

Em 02 de agosto, a rota Cuiabá-Sinop passa a contar com uma frequência no chamado pernoite, ampliando as opções para os viajantes do interior mato-grossense. Um mês depois será a vez de a companhia iniciar a operação regular, duas vezes por dia nos períodos da manhã e tarde, de Cuiabá para Curitiba.

Outros dois mercados também ganharão reforço a partir de setembro: Cuiabá-Porto Velho, passando a dois voos diários, e Cuiabá-Brasília, também alcançando uma operação de duas frequências ao dia. Em outubro, será a vez da ligação entre a capital de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul receber reforço, com mais uma ligação diária.

“Nossa parceria com a Azul tem sido extremamente importante. Em conjunto, estamos trabalhando para aumentar a malha área em Mato Grosso, trazendo ainda mais comodidade e qualidade para os passageiros. As expectativas são boas para o segundo semestre e estamos prontos para atender os passageiros, com um rígido plano de biossegurança nos aeroportos que administramos no estado”, pontua Marco Migliorini, diretor-presidente da Centro-Oeste Aiports (COA).

Deixe uma resposta