Azul inicia transporte de vacina pelo Brasil; confira cidades contempladas

A Azul se dispôs a auxiliar as autoridades e vai utilizar sua malha aérea de voos regulares e de cargas para transporte das vacinas

Azul

A Azul Linhas Aéreas começou, nesta segunda (18), a transportar as doses da vacina contra a covid-19 em suas operações regulares e de cargas. As primeiras cidades a receberem o envio são Cuiabá, Vitória, João Pessoa, Belo Horizonte, Salvador, São Luís, Aracaju, Natal e Maceió, com decolagens que partem do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.  Ao todo, serão 2,7 milhões de doses às cidades.

A companhia anunciou, em dezembro, que estava à disposição das autoridades brasileiros para realizar o transporte das vacinas pelo País utilizando sua malha de voos existentes e fretamentos. O movimento foi acompanhado por outras empresas do segmento.

“Estamos muito animados em poder ajudar e apoiar o Governo Federal, em parceria com a VTCLOG, nessa crítica missão de distribuir vacinas em todo o território nacional. Junto com nossa empresa de logística, a Azul Cargo Express, temos a capacidade única de transportar vacinas com segurança e eficiência para cidades e comunidades em todo o país”, diz John Rodgerson, presidente da Azul.

O executivo ainda declara que o momento exige união e que há interesse em continuar atendendo a todos os pedidos possíveis, tanto para transporte de vacinas quanto para insumos para abastecimento das redes hospitalares.

A companhia disponibilizará detalhes dos voos que levarão as vacinas da covid-19.

Azul: oxigênio a Manaus

A companhia realizou um voo com destino a Manaus para levar cilindros de oxigênio, a pedido do ministério da Saúde, a fim de abastecer os hospitais da capital. O voo foi feito pela mesma aeronave que partiu para Mumbai, na Índia.

O A330neo da companhia decolou do Recife, na sexta (15), às 23h, com destino à Campinas, de onde saiu no sábado (16), com o carregamento dos cilindros de oxigênio para Manaus. A aeronave levará sua capacidade máxima para esse tipo de carga.

“Nossa intenção é ajudar o Brasil e os brasileiros e não mediremos esforços para oferecer apoio logístico no transporte de matérias para o combate à covid-19. Estamos prontos para voar à Índia e também para transportar o que for necessário dentro do Brasil no intuito de ajudar o país na atual situação”, diz Rodgerson.

Outras 15 toneladas de carga contendo sete usinas de produção de oxigênio partiram do Aeroporto Rio Galeão às 11h do último domingo (17) rumo à capital do Amazonas em um B737 da Azul.

Deixe uma resposta