Azul investe US$ 2 bilhões em aeronaves e anuncia ampliação de frota

0

A Azul Linhas Aéreas está investindo na modernização de sua frota. No ano passado, a companhia recebeu dez novas aeronaves, sendo oito A320neo e dois aviões cargueiros B737-400F.

Levando em conta o preço médio de tabela das aeronaves, a empresa investiu cerca de US$ 2 bilhões apenas nos aviões da Airbus.  Para o primeiro semestre deste ano, a expectativa da empresa é receber cerca de cinco novos aviões modelo A320neo, com capacidade de transportar 174 clientes.

Além deles, a aérea confirmou, em julho do ano passado, que as encomendas de Embraer E2 aumentariam, passando de 21 encomendas firmes para 51 aeronaves, que contarão com 136 assentos.

“Ter a frota certa para cada tipo de mercado é um dos pilares do nosso modelo de negócios. A partir do momento que conseguimos ter aeronaves cada vez mais eficientes, nossa operação se torna mais sustentável. É por isso que a Azul está não só ampliando sua frota como também modernizando-a também”, explica John Rodgerson, presidente da empresa.

Com os A320neo, a Azul cresceu sua capacidade em 16% no ano de 2018 frente a 2017. Além disso, a atualização permitiu a companhia transportar mais clientes entre seus centros de conexão e ampliar a oferta em cidades com alta demanda.

Além do A320neo e dos jatos da Embraer, a empresa também opera voos com os turboélices da ATR, aeronave com capacidade para até 70 clientes e voltada para a aviação regional,e os jatos widebody da Airbus, A330, que voam as rotas entre Brasil e Estados Unidos e Portgual. Além dessas aeronaves, a Azul Cargo Express, unidade de cargas da Azul, tem também dois aviões cargueiros Boeing 737-400F.

Resultados de Dezembro

A Azul divulgou, nesta terça-feira (8), os resultados preliminares de tráfego de dezembro de 2018.

O tráfego de passageiros consolidados (RPKs) aumentou 13,4% em relação a dezembro de 2017, frente a um aumento de 13,5% na capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 83%, 0,1 ponto percentual a menos do que fora registrado no ano passado.

A taxa de ocupação doméstica totalizou 81,3%, representando uma queda de 0,4 pontos percentuais em comparação ao mesmo período de 2017. Já a taxa internacional foi de 88%, um aumento de 0,6 pontos percentuais.

“Dezembro foi mais um mês forte para a Azul. Continuamos a executar nosso plano de transformação de frota apoiado por um ambiente de demanda favorável. Recebemos outros dois A320neos em dezembro, terminando o ano com 20 aeronaves desse tipo. Estamos bastante animados com os resultados alcançados com a introdução destas aeronaves em nossa frota,” finaliza Rodgerson.

Leia mais sobre Aviação. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here