Azul registra queda de 24,6% na demanda em março; veja

Redução de tarifas - Azul
John Rodgerson, CEO da Azul Linhas Aéreas

A Azul divulgou, nesta terça-feira (7), resultados preliminares do tráfego em março. Mesmo com as duas primeiras semanas de frequências normais, a empresa teve queda de 24,6% na demanda, enquanto a oferta teve redução de 17,2% em sua capacidade.

Já a taxa de ocupação foi de 73,5%, apresentando baixa de 7.3 pontos percentuais em relação ao mesmo mês em 2019. De acordo com John Rodgerson, CEO da Azul, foi possível enxergar tendências saudáveis em março. “O tráfego de passageiros nas primeiras semanas cresceu 20% na comparação anual. Desde então, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) exigiu mudanças e teve impactos, com a capacidade total caindo mais de 50% ano a ano no resto do mês”, diz.

De acordo com o executivo, a companhia espera operar, até 30 de abril, 70 voos diretos por dia para 25 cidades. O número representa redução de 90% da capacidade total em relação ao ano passado.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui