Bahia visa estimular Turismo no estado com apoio da CVC

Em reunião com representantes da CVC, Maurício Bacelar, secretário de Turismo da Bahia, propôs algumas ações visando impulsionar o setor

Bahia

Maurício Bacelar, secretário estadual de Turismo da Bahia, se reuniu com representantes da CVC, a fim de desenvolver ações conjuntas visando impulsionar a chegada de turistas ao destino. Alguns dos projetos sugeridos incluem criação e uma nova rota do vinho na Chapada Diamantina e na região de Juazeiro, incentivo ao turismo regional e campanha de incentivo às viagens domésticas. “Nossa ideia é criar alternativas e ações que possam mitigar a atividade turística sem ferir o combate à pandemia”, explicou o secretário.

De acordo com Sylvio Ferraz Júnior, diretor-geral da CVC para a América Latina, a Bahia, por ser um destino mais procurados do Brasil, requer planejamento para manter a posição no ranking da preferência dos turistas.

“A Bahia é extremante relevante na nossa rotina de trabalho e, por isso, é importante trabalharmos para que possa continuar sempre crescendo. Temos várias ações planejadas para destinos como Abrolhos, Morro de São Paulo, Maraú, Porto Seguro, Valença, Lençóis e também Salvador”, afirmou.

Segundo dados de Cristiano Prazeres, diretor da CVC para o Norte e Nordeste, foram registradas 221 mil buscas para os destinos da Bahia. Este é um número que vem aumentando expressivamente nos últimos meses, indicando boas perspectivas para o segundo semestre deste ano.

A operadora se colocou à disposição para a criação de ações, a fim de expandir a atividade no estado. Representantes da Grou Turismo, empresa parceira da CVC, anunciaram criação de roteiros de vinhos nas regiões de Mucugê, Chapada Diamantina e Juazeiro, com o objetivo de estimular o turismo nos cânions de Paulo Afonso. “Este trabalho de vocês de garimparem novos destinos tem o nosso apoio, juntos podemos trazer grandes avanços para o turismo da Bahia”, concluiu o secretário.

A reunião faz parte de uma série de reuniões que o secretário da Bahia vem mantendo com setores interligados ao Turismo, como o trade, os blocos afro, autoridades estaduais e municipais, iniciativa privada e representante de associações. “O Governo do Estado entende o turismo como uma atividade transversal, e estamos à disposição para poder criar ações conjuntas”, afirmou.

Deixe uma resposta