Bariloche inicia temporada de inverno e estima aumento de 15% de brasileiros

Neste ano, o período contará com voos extras da Latam, Azul, Decolar e Aerolíneas Argentina, expandindo as possibilidades para os turistas brasileiros

0
Marcos Bednarski, cônsul geral adjunto do consulado geral da República Argentina, acompanhado de Gastón Burlon, Diego Piquin, Leopoldo Tiberi e Nestor Denoya, todos da Emprotur

Durante a tarde desta segunda-feira (1), o Ministério do Turismo, Cultura e Desporto de Río Negro, a Organização de Promoção Turística na Região (Emprotur) e a prefeitura de Bariloche anunciaram a campanha Inverno com Tudo, que chega na primeira semana de abril. Nesta temporada, a expectativa é receber 50 mil turistas brasileiros.

De acordo com Leopoldo Tiberi, do departamento de imprensa da Emprotur, a expectativa anual não pode ainda ser estabelecida, já que “não era habitual que houvessem brasileiros durante o verão de Bariloche, somente no inverno”.


LEIA MAIS:
+ Conheça as principais atrações de Bariloche durante o Outono
+ Bariloche terá Festival de Cerveja Artesanal neste mês
+ Selina mira em millennials e abre primeira propriedade na Argentina

“O inverno é muito atrativo para os turistas brasileiros, principalmente agora por dois motivos: a conectividade aérea e os custos, que são acessíveis. É muito importante notar esse investimento por parte das companhias aéreas no evento, pois se ela investe, é porque ela nota demanda”, destaca o profissional.

No acumulado de 2018, a cidade patagônica recebeu 45 mil brasileiros entre janeiro e dezembro, representando um aumento de 15% de turistas em comparação com o mesmo período do ano anterior. Este ano, a estimativa de crescimento é a mesma, visando chegar à aumento de 15% este ano.

Para auxiliar, o destino contará, durante a temporada de inverno, de aumento na frequência ofertado pela Latam, que vai oferecer voos todos os dias entre 1º de julho e 15 de agosto, de Guarulhos para Bariloche. Já a Azul, que vai começar a operar voo regular entre Campinas e Bariloche a partir de setembro, contará com três operações semanais para o destino.

Além disso, a Decolar disponibilizará seis voos charters durante julho, enquanto a Aerolíneas Argentina terá voos extras, com conexão em Buenos. “Teremos bem mais conexões do que ano passado, ressalta Tiberi.

Ainda de acordo com o profissional, o Brasil é o principal mercado do destino, seguido por outros países da América Latina e da Europa. “O mercado interno responde a 75% do público que visita o destino. Do restante, 25% são representados pelos turistas do Brasil”, detalha.


LEIA TAMBÉM:
- WTM Latin America 2019 confirma Argentina como expositora
- Nobile terá hotéis na Argentina e Uruguai e analisa EUA e Portugal
- Low cost argentina tem planos de operar no Brasil já em 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here