Belotur anuncia programação do carnaval 2015

0

Por: Chris Flores

O presidente da Belotur, Mauro Werkema, anunciou a programação do carnaval de Belo Horizonte 2015: o modelo adotado em 2014 foi aperfeiçoado para atender especialmente o aumento de público, estimado em até 1,5 milhão de pessoas nas ruas de Belo Horizonte, no período de 31 de janeiro a 22 de fevereiro.

 

Este ano, o carnaval de rua, deve se consolidar como a manifestação mais expressiva, como uma característica singular da folia belo-horizontina. “Atribui-se o fenômeno sociológico que vivemos no ano passado ao ímpeto da sociedade pela democracia participativa, pela economia criativa, marca da cidade e pela força de adesão e difusão da internet e suas redes socais”, avaliou Werkema.

 

Em 2015, o investimento no carnaval é de R$ 5,5 milhões, entre recursos próprios e de patrocinadores.  Apesar do ser o mesmo valor investido no ano passado, o aporte é 2,6 vezes maior do que o montante aplicado em 2009, quando foi disponibilizado R$ 1,5 milhão para a festa.

 

Pela segunda vez, a Skol é a marca patrocinadora oficial do Carnaval de BH, que conta ainda com o apoio do Sesc e do site de notícias e entretenimento Sou BH. “O carnaval de rua de BH tem crescido a cada ano, sem tirar o brilho das tradicionais festas do interior. Isto mostra o potencial mineiro de receber grandes eventos e criar experiências inesquecíveis para a população e os turistas”, explicou o gerente de marketing da Ambev, Rodrigo Cabaleiro.

 

Planejamento e segurança

 

“Iniciamos o planejamento do carnaval de 2015 em agosto. Foi criada a Comissão Especial de Carnaval para planejar e executar as atividades carnavalescas, com representação de 19 órgãos da Prefeitura de Belo Horizonte. São os nossos parceiros, com os quais construímos o carnaval”, explicou Werkema.

 

Integram a comissão: Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte – Belotur; Secretaria Municipal de Serviços Urbanos; Superintendência de Limpeza Urbana – SLU;  Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte – BHTrans; Guarda Municipal;  Secretaria Municipal de Saúde;  Procuradoria Geral do Município;  Secretaria Municipal de Governo; Assessoria de Comunicação Social do Município; Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte – COP; Regionais Municipais Barreiro, Centro-Sul, Leste, Noroeste, Nordeste, Norte, Oeste, Pampulha e Venda Nova.

 

Mais investimentos, crescimento do público e de número de participantes das agremiações carnavalescas prometem o maior carnaval da história de Belo Horizonte. Para ampliar a segurança dos foliões, a movimentação na cidade será acompanhada, em tempo real, pelas quase mil câmaras instaladas em diversas regiões da capital e monitoradas pelo Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte – COP-BH. O monitoramento permite um rápido reposicionamento de equipes e reorientações de ações preventivas e corretivas.

 

De acordo com o subinspetor da Guarda Municipal de BH, Vander Lúcio, a Guarda Municipal está preparada para o Carnaval “Vamos empenhar o máximo de efetivo. Teremos um mínimo de 40 homens em cada evento”, informou.

 

Formato

 

A organização manteve a festa fundamentada em quatro eixos – a Corte Real Momesca, que já cumpre extensa agenda; os desfiles dos blocos de rua; a Estação do Samba, com 14 palcos distribuídos pela cidade, e com funcionamento previsto para começar nos dias 7 e 8 de fevereiro; os desfiles dos  blocos caricatos e das  escolas de samba na Afonsa Pena, dias 16 e 17 de fevereiro.

 

A Estação do Samba traz novidades: dois palcos especiais para a garotada, um no Parque Municipal e outro na Pampulha. No palco da Savassi, vários djs se alternam oferecendo a rica variedade de ritmos da música popular brasileira.

 

Foram cadastrados 164 blocos de rua que devem ganhar as ruas de mais de 50 bairros de Belo Horizonte, já a partir de hoje, dia 31. A pedido de alguns blocos de rua, a Belotur não divulga as informações sobre o desfile, como horário de concentração, local e data. A programação completa do carnaval, agenda da Corte Momesca, programação dos blocos de rua, Estação do Samba e desfiles na Afonso Pena, pode ser acessada no site www.carnavaldebh.com.br

 

Água

 

Serão instalados mais de mil estandartes em diversos pontos da cidade, como as principais vias de acesso à capital e no perímetro dos 14 palcos da Estação do Samba. Além de convidar moradores e visitantes para se divertirem, as mensagens fazem apelo à necessidade de manter as ruas limpas, evitando assim o excesso de uso de água para limpeza urbana. E ainda, a campanha orienta sobre a melhor forma de descartar o lixo e a utilizar corretamente os banheiros químicos instalados em todos os espaços com programação carnavalesca.  Em tempos de escassez hídrica, o recado é mais que oportuno.

 

A folia ganha novo slogan “Carnaval de BH – A Casa é Sua e a Festa Também”. A frase é um convite ao diálogo com os dois públicos do evento: os moradores da cidade, que fazem a festa ganhar maior proporção e se tornar mais democrática e popular a cada ano, e os turistas – que vem para a cidade em busca de entretenimento e da hospitalidade do povo mineiro.

 

 

CF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here