“Bilhete Viagem” é estratégia da Azul para dar mais tempo de planejamento aos turistas

Data, destino e hotel devem ser informados com 40 dias de antecedência em relação ao embarque para datas convencionais e 60 dias antes, para viagens em feriados.

Bilhete de Viagem
João Gabriel Ribeiro e Daniel Bicudo, da Azul Viagens

A Azul Viagens acaba de lançar o “Bilhete Viagem”, um grupo de pacotes que dá aos clientes a flexibilidade de escolher a data e o destino de uma viagem até o ano que vem, de acordo com a disponibilidade da malha. Incluindo a passagem aérea, a hospedagem e o traslado, os pacotes são formatados para dez diferentes cidades, com opções de embarque entre 1º de julho e 15 de dezembro de 2020 e entre 20 de janeiro e 30 de abril de 2021. O pacote pode ser vendido por agências de viagens parceiras da operadora.

Os pacotes atendem a dois estilos: viajantes que preferem destinos de praia e turistas que optam por locais mais frios. A operadora de turismo da Azul também planeja, em breve, incluir pacotes focados em ecoturismo e para resorts all inclusive. Em todos eles, o viajante poderá escolher a categoria do hotel (quantidade de estrelas) e diárias (4 dias e 3 noites ou 7 dias e 6 noites). Depois de adquirir o bilhete, o passageiro precisa decidir data, destino e hotel com, no mínimo, 40 dias de antecedência em relação ao embarque – 60 dias antes, no caso de feriados.

“Criamos o Bilhete Viagem para possibilitar que nossos clientes aproveitem ao máximo as promoções e se planejem pensando apenas no estilo de viagem que pretendem fazer, deixando para escolher a data e o destino mais pra frente”, destaca Daniel Bicudo, diretor da Azul Viagens. Para pesquisar os pacotes e orçar um “Bilhete Viagem” para Maceió (AL), Porto Seguro (BA), Porto de Galinhas (PE), Natal (RN), Fortaleza (CE), Salvador (BA), João Pessoa (PB), Gramado (RS), Curitiba (PR) ou Foz do Iguaçu (PR), clientes e agências de viagens podem acessar o link.

Deixe uma resposta